Levítico 15

1FALOU mais o Senhor a Moisés e a Aarão, dizendo: 2Falai aos filhos de Israel, e dizei-lhes: Qualquer homem que tiver fluxo da sua carne será imundo, por causa do seu fluxo. 3Esta pois será a sua imundícia, por causa do seu fluxo; se a sua carne vasa o seu fluxo, ou se a sua carne estanca o seu fluxo, esta é a sua imundícia. 4Toda a cama em que se deitar o que tiver fluxo será imunda; e toda a coisa sobre o que se assentar será imunda. 5E qualquer que tocar a sua cama lavará os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 6E aquele que se assentar sobre aquilo em que se assentou o que tem o fluxo lavará os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 7E aquele que tocar a carne do que tem o fluxo, lavará os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 8Quando, também, o que tem o fluxo cuspir sobre um limpo, então lavará este os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 9Também, toda a sela em que cavalgar o que tem o fluxo será imunda. 10E qualquer que tocar em alguma coisa que estiver debaixo dele será imundo até à tarde; e aquele que a levar lavará os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 11Também todo aquele em quem tocar o que tem o fluxo, sem haver lavado as suas mãos com água, lavará os seus vestidos, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. 12E o vaso de barro em que tocar o que tem o fluxo será quebrado; porém, todo o vaso de madeira será lavado com água. 13Quando, pois, o que tem o fluxo estiver limpo do seu fluxo, contar-se-ão sete dias para a sua purificação, e lavará os seus vestidos, e banhará a sua carne em águas vivas; e será limpo. 14E, ao dia oitavo, tomará duas rolas ou dois pombinhos, e virá perante o Senhor, à porta da tenda da congregação, e os dará ao sacerdote; 15E o sacerdote oferecerá um para expiação do pecado, e o outro para holocausto; e assim, o sacerdote fará por ele expiação do seu fluxo perante o Senhor. 16Também o homem, quando sair dele a semente da cópula, toda a sua carne banhará com água, e será imundo até à tarde. 17Também todo o vestido, e toda a pele, em que houver semente da cópula, se lavará com água, e será imundo até à tarde. 18E também a mulher, com quem o homem se deitar com semente da cópula, ambos se banharão com água, e serão imundos até à tarde; 19Mas a mulher, quando tiver fluxo, e o seu fluxo de sangue estiver na sua carne, estará sete dias na sua separação, e qualquer que a tocar será imundo até à tarde. 20E tudo aquilo sobre o que ela se deitar, durante a sua separação, será imundo; e tudo sobre o que se assentar será imundo. 21E qualquer que tocar a sua cama lavará os seus vestidos, e se banhará com água, e será imundo até à tarde. 22E qualquer que tocar alguma coisa sobre o que ela se tiver assentado lavará os seus vestidos, e se banhará com água, e será imundo até à tarde. 23Se, também, alguma coisa estiver sobre a cama, ou sobre o vaso em que ela se assentou, se alguém a tocar, será imundo até à tarde. 24E se, com efeito, qualquer homem se deitar com ela, e a sua imundícia estiver sobre ele, imundo será por sete dias; também toda a cama sobre que se deitar será imunda. 25Também a mulher, quando manar o fluxo do seu sangue por muitos dias, fora do tempo da sua separação, ou quando tiver fluxo de sangue por mais tempo do que a sua separação, todos os dias do fluxo da sua imundícia será imunda, como nos dias da sua separação. 26Toda a cama sobre que se deitar, todos os dias do seu fluxo, ser-lhe-á como a cama da sua separação; e toda a coisa sobre que se assentar será imunda, conforme à imundícia da sua separação. 27E qualquer que as tocar será imundo; porquanto lavará os seus vestidos, e se banhará com água, e será imundo até à tarde. 28Porém, quando for limpa do seu fluxo, então se contarão sete dias, e depois, será limpa. 29E, ao oitavo dia, tomará duas rolas, ou dois pombinhos, e os trará ao sacerdote, à porta da tenda da congregação. 30Então, o sacerdote oferecerá um para expiação do pecado, e o outro para holocausto: e o sacerdote fará por ela expiação do fluxo da sua imundícia, perante o Senhor. 31Assim, separareis os filhos de Israel das suas imundícias, para que não morram nas suas imundícias, contaminando o meu tabernáculo, que está no meio deles. 32Esta é a lei daquele que tem o fluxo, e daquele de quem sai a semente da cópula, e que fica por ela imundo; 33Como, também, da mulher enferma na sua separação, e daquele que padece do seu fluxo, seja varão ou fêmea, e do homem que se deita com mulher imunda.

will be added

X\