Juízes 1

1E SUCEDEU, depois da morte de Josué, que os filhos de Israel perguntaram ao Senhor, dizendo: Quem de entre nós, primeiro, subirá aos cananeus, para pelejar contra eles? 2E disse o Senhor: Judá subirá: eis que lhe dei esta terra na sua mão. 3Então disse Judá a Simeão, seu irmão: Sobe comigo à minha sorte, e pelejemos contra os cananeus; e também eu contigo subirei à tua sorte. E Simeão partiu com ele. 4E subiu Judá, e o Senhor lhe deu, na sua mão, os cananeus e os pereseus: e feriram deles, em Bezec, a dez mil homens. 5E acharam a Adoni-bezec em Bezec, e pelejaram contra ele: e feriram aos cananeus e aos pereseus. 6Porém Adoni-bezec fugiu; e o seguiram, e o prenderam, e lhe cortaram os dedos polegares das mãos e dos pés. 7Então disse Adoni-bezec: Setenta reis, com os dedos polegares das mãos e dos pés cortados, apanhavam as migalhas debaixo da minha mesa: assim como eu fiz, assim Deus me pagou. E o trouxeram a Jerusalém, e morreu ali. 8Porque os filhos de Judá pelejaram contra Jerusalém, e a tomaram, e a feriram ao fio da espada; e a cidade puseram a fogo. 9E depois, os filhos de Judá desceram a pelejar contra os cananeus que habitavam nas montanhas, e no sul, e nas planícies. 10E partiu Judá contra os cananeus que habitavam em Hebron ( era, porém, dantes, o nome de Hebron, Quiriath-arba); e feriram a Sesai, e a Aiman e a Talmai. 11E dali partiu contra os moradores de Debir: e era, dantes, o nome de Debir, Quiriath-sefer. 12E disse Caleb: Quem ferir a Quiriath-sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha, Acsa, por mulher. 13E tomou-a Otniel, filho de Quenaz, o irmão de Caleb, mais novo do que ele: e Caleb lhe deu a sua filha, Acsa, por mulher. 14E sucedeu que, vindo ela a ele, o persuadiu a que pedisse um campo a seu pai; e ela se apeou do jumento, saltando; e Caleb lhe disse: Que é o que tens? 15E ela lhe disse: Dá-me uma bênção; pois que me deste uma terra seca, dá-me, também, fontes de água. E Caleb lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores. 16Também os filhos do Queneu, sogro de Moisés, subiram da cidade das palmeiras, com os filhos de Judá, ao deserto de Judá, que está ao sul de Arad; e foram, e habitaram com o povo. 17Foi-se, pois, Judá, com Simeão, seu irmão, e feriram aos cananeus que habitavam em Zefath: e totalmente a destruíram, e chamaram o nome desta cidade Orma. 18Tomou mais Judá a Gaza com o seu termo, e a Ascalon com o seu termo, e a Ecron com o seu termo. 19E foi o Senhor com Judá, e despovoou as montanhas: porém, não expeliu aos moradores do vale, porquanto tinham carros ferrados. 20E deram Hebron a Caleb, como Moisés o dissera: e dali expeliu os três filhos de Enac. 21Porém, os filhos de Benjamim não expeliram os jebuseus que habitavam em Jerusalém: antes, os jebuseus habitaram com os filhos de Benjamim, em Jerusalém, até ao dia de hoje. 22E subiu, também, a casa de José a Betel e foi o Senhor com eles. 23E fez a casa de José espiar a Betel: e foi, dantes, o nome desta cidade Luz. 24E viram os espias a um homem, que saía da cidade, e lhe disseram: Ora mostra-nos a entrada da cidade, e usaremos contigo de beneficência. 25E, mostrando-lhes ele a entrada da cidade, feriram a cidade ao fio da espada: porém àquele homem e a toda a sua família deixaram ir. 26Então aquele homem foi-se à terra dos heteus, e edificou uma cidade, e chamou o seu nome Luz; este é o seu nome até ao dia de hoje. 27Nem Manassés expeliu os habitantes de Beth-sean, nem dos lugares da sua jurisdição; nem a Taanac, com os lugares da sua jurisdição; nem aos moradores de Dor, com os lugares da sua jurisdição; nem aos moradores de Ibleam, com os lugares da sua jurisdição; nem aos moradores de Megido, com os lugares da sua jurisdição: e quiseram os cananeus habitar na mesma terra. 28E sucedeu que, quando Israel cobrou mais forças, fez dos cananeus tributários: porém não os expeliu de todo. 29Tão-pouco expeliu Efraim aos cananeus, que habitavam em Gezer: antes, os cananeus habitavam no meio dele, em Gezer. 30Tão-pouco expeliu Zebulon aos moradores de Quitron, nem aos moradores de Naalol; porém os cananeus habitavam no meio dele, e foram tributários. 31Tão-pouco Aser expeliu aos moradores de Aco, nem aos moradores de Sidon: como nem a Acbal, nem a Acsib, nem a Chelba, nem a Afic, nem a Recob; 32Porém, os aseritas habitaram no meio dos cananeus que habitavam na terra: porquanto os não expeliram. 33Tão-pouco Naftali expeliu aos moradores de Beth-semes, nem aos moradores de Beth-anath; mas habitou no meio dos cananeus que habitavam na terra: porém, lhes foram tributários os moradores de Beth-semes e de Beth-anath. 34E apertaram os amorreus aos filhos de Dan, até às montanhas: porque nem os deixavam descer ao vale. 35Também os amorreus quiseram habitar nas montanhas de Heres, em Ajalon e em Saalbim: porém, prevaleceu a mão da casa de José, e ficaram tributários. 36E foi o termo dos amorreus desde a subida de Acrabim: desde a penha, e dali para cima.

will be added

X\