Tiago 2

1MEUS irmãos, não tenhais a fé do nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, com parcialidade. 2Porque se, no vosso ajuntamento, entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com vestidos preciosos, e entrar, também, algum pobre, com sórdido vestido, 3E atentardes para o que traz o vestido precioso, e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui, num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé, ou assenta-te abaixo do meu estrado, 4Porventura não fizestes distinção dentro de vós mesmos, e não vos fizestes juízes de maus pensamentos? 5Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam? 6Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais? 7Porventura não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado? 8Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás o teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. 9Mas, se fazeis distinção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores. 10Porque, qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. 11Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu, pois, não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei. 12Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade. 13Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez misericórdia; e a misericórdia triunfa do juízo. 14Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? 15E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, 16E algum de vós lhe disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos, e lhe não derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? 17Assim, também, a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. 18Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19Tu crês que há um Deus; fazes bem: também os demónios o crêem, e estremecem. 20Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? 21Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaac? 22Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada. 23E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. 24Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé. 25E, de igual modo, Raab, a meretriz, não foi, também, justificada pelas obras, quando recolheu os emissários e os despediu por outro caminho? 26Porque, assim como o corpo, sem o espírito, está morto, assim, também, a fé, sem obras, é morta.

will be added

X\