Ezequiel 5

1E TU, ó filho do homem, toma uma faca afiada, como navalha de barbeiro, e a tomarás, e a farás passar por cima da tua cabeça e da tua barba: então tomarás uma balança e repartirás o cabelo. 2A terça parte queimarás no fogo, no meio da cidade, quando se cumprirem os dias do cerco: então tomarás outra terça parte, e feri-la-ás com uma espada ao redor dela; e a outra terça parte espalharás ao vento; porque desembainharei a espada atrás deles. 3Também tomarás deles um pequeno número, e atá-los-ás nas bordas do teu vestido. 4E ainda destes tomarás alguns, e os lançarás no meio do fogo e os queimarás no fogo; e dali sairá um fogo contra toda a casa de Israel. 5Assim diz o Senhor Jeová: Esta é Jerusalem; pu-la no meio das nações e terras que estão ao redor dela; 6Ela, porém, mudou em impiedade os meus juízos, mais do que as nações, e os meus estatutos mais do que as terras que estão ao redor dela; porque rejeitaram os meus juízos, e não andaram nos meus preceitos. 7Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Porque multiplicastes as vossas maldades mais do que as nações, que estão ao redor de vós, nos meus estatutos não andastes, nem fizestes os meus juízos, nem ainda procedestes segundo os juízos das nações que estão ao redor de vós; 8Por isso, assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu, sim, eu, estou contra ti: e executarei juízos no meio de ti aos olhos das nações, 9E farei em ti o que nunca fiz, e o que jamais farei, por causa de todas as tuas abominações. 10Portanto, os pais comerão a seus filhos no meio de ti, e os filhos comerão a seus pais; e executarei em ti juízos, espalharei todo o remanescente a todos os ventos. 11Portanto, tão certo como eu vivo, diz o Senhor Jeová, pois que profanaste o meu santuário com todas as tuas coisas detestáveis, e com todas as tuas abominações, também eu te diminuirei, e o meu olho te não perdoará, nem também terei piedade. 12Uma terça parte de ti morrerá da peste, e se consumirá à fome no meio de ti; e outra terça parte cairá à espada em redor de ti; e a outra terça parte espalharei a todos os ventos, e a espada desembainharei atrás deles. 13Assim se cumprirá a minha ira, e satisfarei neles o meu furor, e me consolarei; e saberão que sou eu, o Senhor, que tenho falado no meu zelo, quando cumprir neles o meu furor. 14E te porei em assolação, e como opróbrio entre as nações que estão em redor de ti, aos olhos de todos os que passarem. 15E o opróbrio e a infâmia servirão de instrução e espanto às nações que estão em redor de ti, quando eu executar em ti juízos com ira, e com furor, e em furiosos castigos: Eu, o Senhor, falei. 16Quando eu enviar as terríveis frechas da fome contra eles, para sua destruição, as quais eu mandarei para vos destruir, então aumentarei a fome sobre vós, e tornarei instável o sustento do pão. 17E enviarei sobre vós a fome e más bestas que te desfilharão: e a peste e o sangue passarão por ti; e trarei a espada sobre ti: Eu, o Senhor, falei.

will be added

X\