2 Reis 21

1TINHA Manassés doze anos de idade quando começou a reinar, e cinquenta e cinco anos reinou em Jerusalém: e era o nome de sua mãe Efsibá. 2E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor, conforme as abominações dos gentios que o Senhor desterrara das suas possessões, de diante dos filhos de Israel. 3Porque tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, tinha destruído, e levantou altares a Baal, e fez um bosque, como o que fizera Acab, rei de Israel, e se inclinou diante de todo o exército dos céus, e os serviu. 4E edificou altares na casa do Senhor, de que o Senhor tinha dito: Em Jerusalém porei o meu nome. 5Também edificou altares, a todo o exército dos céus, em ambos os átrios da casa do Senhor. 6E até fez passar a seu filho pelo fogo, e adivinhava pelas nuvens, e era agoureiro, e instituiu adivinhos e feiticeiros: e prosseguiu em fazer mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira. 7Também pôs uma imagem de escultura, do bosque que tinha feito, na casa de que o Senhor dissera a David e a Salomão, seu filho: Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi, de todas as tribos de Israel, porei o meu nome, para sempre. 8E não mais farei mover o pé de Israel desta terra, que tenho dado a seus pais; contanto, somente, que tenham cuidado de fazer conforme tudo o que lhes tenho ordenado, e conforme toda a lei que Moisés, meu servo, lhes ordenou. 9Porém não ouviram; porque Manassés, de tal modo, os fez errar, que fizeram pior do que as nações que o Senhor tinha destruído de diante dos filhos de Israel. 10Então o Senhor falou pelo ministério dos seus servos, os profetas, dizendo: 11Porquanto Manassés, rei de Judá, fez estas abominações, fazendo pior do que quanto fizeram os amorreus, que antes dele foram, e até também a Judá fez pecar, com os seus ídolos; 12Por isso, assim diz o Senhor, Deus de Israel: Eis que hei-de trazer tal mal sobre Jerusalém e Judá, que, qualquer que ouvir, lhe ficarão retinindo ambas as orelhas. 13E estenderei sobre Jerusalém o cordel de Samaria e o prumo da casa de Acab: e limparei a Jerusalém, como quem limpa a escudela a limpa e a vira sobre a sua face. 14E desampararei o resto da minha herança, e entregá-los-ei na mão dos seus inimigos; e far-se-ão roubo e despojo para todos os seus inimigos. 15Porquanto fizeram o que parecia mal aos meus olhos, e me provocaram à ira, desde o dia em que seus pais saíram do Egipto, até hoje. 16De mais disto, também Manassés derramou muitíssimo sangue inocente, até que encheu a Jerusalém, de um ao outro extremo, afora o seu pecado, com que fez pecar a Judá, fazendo o que parecia mal aos olhos do Senhor. 17Quanto ao mais dos actos de Manassés, e a tudo quanto fez mais, e ao seu pecado que pecou, porventura não está escrito no livro das crónicas dos reis de Judá? 18E Manassés dormiu com seus pais, e foi sepultado no jardim da sua casa, no jardim de Uza: e Amon, seu filho, reinou em seu lugar. 19Tinha Amon vinte e dois anos de idade, quando começou a reinar, e dois anos reinou em Jerusalém: e era o nome de sua mãe Mesulemeth, filha de Arus, de Jotba. 20E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor, como fizera Manassés, seu pai. 21Porque andou em todo o caminho em que andara seu pai: e serviu os ídolos, a que seu pai tinha servido, e se inclinou diante deles. 22Assim deixou ao Senhor, Deus de seus pais, e não andou no caminho do Senhor. 23E os servos de Amon conspiraram contra ele, e mataram o rei em sua casa. 24Porém, o povo da terra feriu a todos os que conspiraram contra o rei Amon: e o povo da terra pôs a Josias, seu filho, rei em seu lugar. 25Quanto ao mais dos sucessos de Amon, que fez, porventura não está escrito no livro das crónicas dos reis de Judá? 26E o sepultaram na sua sepultura, no jardim de Uza: e Josias, seu filho, reinou em seu lugar.

will be added

X\