1 Samuel 11

1ENTÃO subiu Naás, amonita, e, sitiou a Jabés-gilead: e disseram todos os homens de Jabés a Naás: Faze aliança connosco, e te serviremos. 2Porém Naás, amonita, lhes disse: Com esta condição farei aliança convosco: que a todos vos arranque o olho direito, e assim ponha esta afronta sobre todo o Israel. 3Então os anciãos de Jabés lhe disseram: Deixa-nos por sete dias, para que enviemos mensageiros por todos os termos de Israel, e, não havendo ninguém que nos livre, então sairemos a ti. 4E, vindo os mensageiros a Gibea de Saul, falaram estas palavras aos ouvidos do povo. Então todo o povo levantou a sua voz, e chorou. 5E eis que Saul vinha do campo, atrás dos bois; e disse Saul: Que tem o povo, que chora? E contaram-lhe as palavras dos homens de Jabés. 6Então o espírito de Deus se apoderou de Saul, ouvindo estas palavras; e acendeu-se em grande maneira a sua ira. 7E tomou um par de bois, e cortou-os em pedaços, e os enviou a todos os termos de Israel pelas mãos dos mensageiros, dizendo: Qualquer que não sair atrás de Saul e atrás de Samuel, assim se fará aos seus bois. Então caiu o temor do Senhor sobre o povo, e saíram como um só homem. 8E contou-os em Bezec; e houve dos filhos de Israel trezentos mil, e dos homens de Judá trinta mil. 9Então disseram aos mensageiros que vieram: Assim direis aos homens de Jabés-gilead: Amanhã, em aquecendo o sol, vos virá livramento. Vindo, pois, os mensageiros, e anunciando- o aos homens de Jabés, se alegraram. 10E os homens de Jabés disseram: Amanhã sairemos a vós; então nos fareis conforme a tudo o que parece bem aos vossos olhos. 11E sucedeu que, ao outro dia, Saul pôs o povo em três companhias, e vieram ao meio do arraial, pela vela da manhã, e feriram a Amon, até que o dia aqueceu; e sucedeu que os restantes se espalharam, que não ficaram dois deles juntos. 12Então disse o povo a Samuel: Quem é aquele que dizia que Saul não reinaria sobre nós? Dai cá aqueles homens, e os mataremos. 13Porém Saul disse: Hoje não morrerá nenhum, pois hoje tem obrado o Senhor um livramento em Israel. 14E disse Samuel ao povo: Vinde, vamos nós a Gilgal, e renovemos ali o reino. 15E todo o povo partiu para Gilgal, e levantaram ali rei a Saul perante o Senhor, em Gilgal, e ofereceram ali ofertas pacíficas perante o Senhor; e Saul se alegrou muito ali, com todos os homens de Israel.

will be added

X\