Cantares 1

1O mais belo dos cânticos, composto por Salomão. 2Beija-me com os teus doces lábios; que as tuas carícias são mais deliciosas que o vinho. 3Os teus perfumes cheiram tão bem! O som do teu nome é agradável perfume. Por isso, as mulheres gostam de ti. 4Leva-me contigo! Vamos depressa! Leva-me para os teus aposentos, ó meu rei. Vamos alegrar-nos eu e tu, e ser felizes; celebraremos o teu amor mais suave do que o vinho. Com razão toda a gente gosta de ti! 5Mulheres de Jerusalém, sou morena, mas formosa, como as tendas da tribo de Quedar, como as cortinas do palácio de Salomão. 6Não olhem para a minha pele escura com desdém, pois foi o sol que me queimou. Os meus irmãos aborreceram-se comigo e puseram-me a guardar as vinhas. Mas a minha própria vinha, eu não a soube guardar. 7Diz-me, amor da minha vida! Onde apascentas o teu rebanho? Onde o recolhes ao meio-dia? Para não ter de andar disfarçada, atrás dos rebanhos dos teus colegas. 8Se o não sabes, ó formosa entre as formosas, segue as pisadas do rebanho e vai apascentar os teus cabritos junto das cabanas dos pastores. 9Tu és bela para mim, ó minha amada, como as éguas dos carros do faraó. 10Que lindas são as tuas faces entre os brincos! Que lindo, o teu pescoço entre os colares! 11Faremos para ti brincos de ouro marchetados de prata. 12Enquanto o meu rei está em festa, o meu perfume de nardo espalha a sua fragrância. 13O meu amado é para mim como uma bolsinha de mirra que repousa entre os meus seios. 14O meu amado é para mim como um cacho florido de alfena nas vinhas de En-Guédi. 15Como és bela, minha amada! Como és bela! Os teus olhos são duas pombas! 16Como és belo, meu amor! Como és encantador! O nosso leito é de verdura; 17os cedros são as vigas da nossa casa; e os ciprestes o tecto que nos cobre.

will be added

X\