Ruth 4

1Booz foi para a praça pública da cidade e sentou-se lá. Vendo passar o homem de quem tinha falado, o parente mais chegado de Elimelec, Booz chamou-o: «Anda cá, amigo, senta-te aqui.» Ele foi e sentou-se. 2Então Booz chamou dez dos dirigentes da cidade e pediu-lhes para se sentarem ali também. Quando eles se sentaram 3Booz disse ao seu parente: «Lembras-te daquele terreno que pertencia ao nosso parente Elimelec? Noémia voltou de Moab e quer vendê-lo. 4Eu prometi falar contigo, para te dizer, na presença dos que estão aqui sentados e dirigentes do meu povo, que fiques com o terreno. Se queres usar do teu direito de parente mais chegado, compra o terreno, mas, se não queres, diz-mo já, para eu saber o que devo fazer, porque tu és o parente com mais direito, e a seguir a ti sou eu.» Ele respondeu: «Usarei do meu direito.» 5Booz disse então: «No dia em que receberes o terreno de Noémia, terás de receber também Rute, a viúva moabita, para que o nome do que morreu seja mantido na sua herança.» 6Mas ele respondeu: «Nesse caso não posso comprar o terreno, porque isso iria prejudicar as minhas outras propriedades. Usa tu desse direito, já que eu não posso.» 7Era costume antigo em Israel, nos casos de resgate ou de transmissão de propriedades, um parente tirar a sandália do pé e dá-la ao outro, para confirmar o acordo. 8Por isso, quando o parente de Booz disse que usasse ele o direito, tirou a sandália do pé. 9Booz disse então aos dirigentes e a todo o povo presente: «Todos aqui são testemunhas de que recebo de Noémia tudo o que pertencia a Elimelec, a Quilion e a Malon. 10E recebo também por minha mulher a moabita Rute, viúva de Malon. Assim se conservará o nome do falecido na sua herança, de modo que o seu nome não desapareça da família nem da praça da cidade em que nasceu. Vocês são hoje aqui testemunhas disso.» 11E todo o povo que ali estava e os dirigentes da cidade disseram: «Sim, somos testemunhas. Que o SENHOR torne essa jovem, que entra no teu lar, semelhante a Raquel e a Lia, que deram muitos filhos a Jacob. Que tu sejas importante em Efrata e que o teu nome seja famoso em Belém. 12Que os filhos que o SENHOR te der dessa jovem tornem a tua família semelhante à de Peres, o filho de Judá e de Tamar.» 13Então Booz levou Rute para sua casa e recebeu-a como sua mulher. O SENHOR abençoou-a e ela ficou grávida e teve um filho. 14As outras mulheres disseram então a Noémia: «Louvado seja o SENHOR, que te deu hoje alguém para tomar conta de ti. Que esse menino venha a ser famoso em Israel. 15A tua nora, que tanto te ama, e que significa para ti mais do que sete filhos, deu-te um neto, que irá renovar a tua vida e te servirá de amparo na velhice.» 16Noémia pegou na criança ao colo e ficou a servir-lhe de ama. 17As vizinhas deram ao rapaz o nome de Obed e diziam: «Noémia já tem um filho!» Obed veio a ser o pai de Jessé, e Jessé, o pai de David. 18Esta é a descendência de Peres: Peres foi pai de Hesron; 19Hesron, de Rame; Rame, de Aminadab; 20Aminadab, de Nachon; Nachon, de Salmon; 21Salmon, de Booz; Booz, de Obed; 22Obed, de Jessé; Jessé, de David.

will be added

X\