Romanos 5

1Portanto, uma vez que fomos justificados pela fé, estamos em paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo. 2Foi por meio de Cristo e pela fé que nós conseguimos esta harmonia com Deus que agora temos. E isso dá-nos a maravilhosa esperança de tomar parte na glória de Deus. 3Mais ainda, nós sentimos alegria nos nossos sofrimentos, porque o sofrimento produz a perseverança; 4a perseverança provoca a firmeza de carácter nas dificuldades e a firmeza produz a esperança. 5Esta esperança não nos engana, porque Deus encheu-nos o coração com o seu amor, por meio do Espírito Santo que é dom de Deus. 6Na verdade, quando nós ainda vivíamos nas nossas fraquezas, Cristo, no seu devido tempo, morreu por nós pecadores. 7Seria muito difícil alguém morrer por uma pessoa, mesmo que ela fosse inocente. De facto, talvez alguém seja capaz de dar a vida por uma pessoa boa. 8Mas Deus mostrou-nos até que ponto nos ama pois, quando ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós. 9Pela sua morte, nós agora estamos em boas relações com Deus. E agora que somos justificados pelo seu sangue, com muito mais razão por meio dele seremos livres do castigo final. 10Pois se, quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte do seu Filho, quanto mais estando reconciliados seremos salvos pela sua vida! 11E ainda não é tudo. Nós sentimos alegria em Deus por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor, por quem agora recebemos a reconciliação. 12Por um só homem entrou o pecado no mundo e com o pecado veio a morte. Foi assim que a morte atingiu toda a gente, já que todos pecaram. 13Antes da Lei de Moisés já existia o pecado no mundo. Mas como ainda não havia lei, Deus não tinha em conta o pecado. 14Sem dúvida que, desde o tempo de Adão até ao tempo de Moisés, a morte teve poder mesmo sobre aqueles que não tinham cometido pecado à semelhança de Adão que desobedeceu a Deus. Adão representava aquele que havia de vir. 15Mas o pecado de Adão não pode comparar-se ao dom que nos vem de Deus. Se é certo que uma grande multidão morreu por causa do pecado de um só, também é verdade que o dom de Deus é muito maior. Esse dom que nos vem de Deus por meio de um só homem, Jesus Cristo, é muito superior. 16O dom de Deus tem consequências muito diferentes daquelas que teve o pecado de um só homem. Com efeito, o julgamento do pecado de um só levou à condenação, mas o dom concedido depois de tantos pecados trouxe a justificação. 17Pois se, pela ofensa de um só homem, a morte reinou através desse homem, com muito mais razão aqueles que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão na vida, por meio de um só, Jesus Cristo. 18Assim como o pecado de um só homem trouxe a todos a condenação, assim também um só acto de justiça trouxe a justificação que dá vida a todos os homens. 19Pois como pela desobediência de um só homem todos se tornaram pecadores, pela obediência de um só todos se tornam justos diante de Deus. 20A lei veio fazer aumentar mais o pecado. Mas quanto mais o pecado aumentava, mais abundava a graça de Deus. 21De modo que assim como o pecado reinou na morte, também a graça de Deus reina pela justiça para a vida eterna por Jesus Cristo, nosso Senhor.

will be added

X\