Romanos 14

1Dêem bom acolhimento àquele que é fraco na sua fé, sem discutir com ele sobre as suas opiniões. 2Assim, por exemplo, alguns crêem que podem comer de tudo, enquanto outros, que têm uma fé mais fraca, só comem legumes. 3Ora aquele que come de tudo não deve desprezar o que deixa de comer certas coisas. E aquele que não come alguns alimentos não deve criticar o que come de tudo, pois também este é aceite por Deus. 4Quem és tu para julgares alguém que está ao serviço de outra pessoa? É o seu senhor que decide se ele vai vencer ou falhar. Mas há-de vencer, porque o Senhor tem poder para isso. 5Ou ainda: algumas pessoas pensam que certos dias são mais importantes do que outros, ao passo que outras pessoas consideram todos os dias iguais. Ora cada qual deve proceder conforme a sua convicção. 6Quem dá mais importância a certos dias faz isso para honrar o Senhor. Quem come de tudo, faz isso em honra do Senhor, pois dá graças a Deus. E quem não come, também faz isso em honra do Senhor e agradece-lhe igualmente. 7Nenhum de nós vive para si mesmo nem morre para si mesmo. 8Se vivemos, é para o Senhor que vivemos; e se morremos, é para o Senhor que morremos: pois tanto na vida como na morte pertencemos ao Senhor. 9Com efeito, Cristo morreu e voltou a viver para ser o Senhor dos mortos e dos vivos. 10Sendo assim, por que julgas tu o teu irmão ou por que o desprezas? Temos todos de nos apresentar diante de Deus para sermos julgados por ele. 11Assim diz o Senhor na Escritura: Eu vos garanto que todos hão-de dobrar os joelhos diante de mim e todos reconhecerão publicamente que eu sou Deus 12Portanto, cada um de nós terá de dar contas de si mesmo diante de Deus. 13Por isso deixemos de nos criticar uns aos outros. Tomem antes a decisão de não fazer nada que leve os outros a tropeçar ou a cair no pecado. 14Como crente no Senhor Jesus, eu sei e estou convencido de que não há nada que seja impuro em si mesmo. Mas se alguém pensa que uma coisa é impura, torna-se de facto impura para ele. 15Ora, se tu causas perturbação ao teu irmão por causa daquilo que comes, já não estás a proceder com amor. Com o teu alimento não sejas causa de perdição para alguém por quem Cristo morreu. 16Que ninguém seja levado a ofender a Deus por causa de uma coisa que tenha por boa. 17Com efeito, o reino de Deus não é questão de comida e bebida, mas é questão de justiça, paz e alegria no Espírito Santo. 18Aquele que serve a Cristo dessa maneira agrada a Deus e tem a aprovação dos homens. 19Procuremos, portanto, aquelas coisas que dão a paz e que nos ajudam a fortalecer uns aos outros na fé. 20Não destruas a obra de Deus por causa da comida. Pode-se comer de tudo, mas é mau comer qualquer coisa que leve os outros a pecar. 21É melhor não comer carne nem beber vinho nem fazer nada que leve o irmão na fé a cair no pecado. 22O que tu achas pessoalmente deve ficar entre ti e Deus. Feliz aquele que não tem de se condenar a si mesmo pelo que escolhe. 23Mas se alguém tem dúvidas a respeito daquilo que come, por não saber se Deus aprova isso, esse tem culpas ao comer, porque não está a agir segundo a fé. E tudo o que se faz em desacordo com a fé é pecado.

will be added

X\