Salmos 77

1Ao director do coro. Para Jedutun. Salmo da colecção de Assaf. 2A Deus clamo com voz forte, a Deus clamo para que ele me oiça. 3Quando estou angustiado, procuro o Senhor; à noite, sem descanso, elevo as minhas mãos em oração; a minha alma não encontra conforto. 4Quando penso em Deus, suspiro; quando medito, sinto-me desanimar. 5Os meus olhos estão habituados às vigílias, ando de um lado para o outro sem nada dizer! 6Recordo-me dos dias passados, lembro-me dos tempos antigos. 7Passo a noite em profundos pensamentos; no meu íntimo medito, e pergunto a mim mesmo: 8«Irá o Senhor rejeitar-nos para sempre? Não voltará mais a ser-nos favorável? 9Teria ele deixado de nos amar? Teria anulado a sua promessa para sempre? 10Ter-se-ia Deus esquecido da sua compaixão? Estará tão irado que se esgotou a sua bondade?» 11Depois eu respondo: «O que mais me magoa é que a mão do Altíssimo nos trate de modo diferente.» 12Tenho na memória os feitos do SENHOR; lembro-me das tuas maravilhas de outrora. 13Medito sobre tudo o que tu tens feito e falo dos teus prodígios. 14Ó Deus, tu és santo nas tuas acções; que Deus haverá tão grande como tu? 15Tu és o Deus que realiza maravilhas; mostras a todos os povos o teu poder. 16Com o teu poder resgataste o teu povo, os descendentes de Jacob e de José. 17Quando o mar te viu, ó Deus, ficou receoso; e as profundezas do mar tremeram. 18As nuvens deixaram cair a sua chuva; a voz dos trovões retumbou no céu e os teus raios surgiram de todos os lados. 19A voz dos teus trovões ecoou nos ares e os relâmpagos iluminaram o mundo; a terra estremeceu e tremeu. 20Abriste o teu caminho através do mar; caminhaste por entre as águas caudalosas, mas ninguém encontrou as tuas pegadas. 21Guiaste o teu povo, como um pastor, por meio de Moisés e de Aarão.

will be added

X\