Salmos 5

1Ao director do coro. Salmo da colecção de David. Com flautas. 2SENHOR, escuta as minhas palavras, atende a minha prece, 3ouve o meu grito de súplica, ó meu rei e meu Deus pois a ti elevo a minha oração. 4Pela manhã, SENHOR, escuta a minha voz, quando, ao nascer do Sol, me apresento a ti e aguardo a tua resposta. 5Tu não és um Deus que se agrade do mal; os maus não podem viver ao teu lado. 6Na tua presença não resistirão os orgulhosos pois detestas os que fazem o mal 7e destróis os mentirosos. O SENHOR detesta o assassino e o fraudulento. 8Mas eu, pela grandeza do teu amor, posso entrar na tua casa e adorar-te com reverência no teu santo templo. 9Conduz-me, SENHOR, na tua justiça e defende-me dos meus inimigos. Torna plano para mim o teu caminho. 10Na boca dos meus inimigos não há sinceridade; por dentro só têm corrupção. A sua garganta é um sepulcro aberto e a sua língua conduz à destruição. 11Castiga-os, ó meu Deus! Que as suas intrigas se voltem contra eles. Expulsa-os pelos seus numerosos crimes, porque se revoltaram contra ti. 12Alegrem-se todos os que confiam em ti, cantem de alegria eternamente, porque tu os proteges. Os que te amam alegram-se em ti, 13porque tu, SENHOR, abençoas aquele que é justo e a tua bondade o defende como um escudo.

will be added

X\