Salmos 36

1Ao director do coro. Salmo da colecção de David, servo do SENHOR. 2Há um pronúncio de pecado no coração do homem mau; para ele, não há temor de Deus. 3Ele lisonjeia-se demasiado a si próprio, para achar odioso o seu pecado. 4Fala com malícia e com mentiras; deixou de entender e de fazer o bem. 5Quando está deitado, projecta fazer mal; o caminho que segue não é bom; não quer renunciar à maldade. 6Mas a tua misericórdia, SENHOR, chega até ao céu; a tua fidelidade alcança o infinito. 7A tua justiça é grande como as montanhas; os teus decretos são profundos como o mar. Tu, SENHOR, cuidas tanto dos homens como dos animais. 8Que maravilhoso, ó Deus, é o teu amor! Debaixo das tuas asas, os humanos sentem-se protegidos. 9Ficam satisfeitos com a abundância da tua casa e o rio das tuas delícias lhes mata a sede. 10Pois em ti está a fonte da vida e é na tua luz que vemos a luz. 11Estende o teu amor sobre os que te conhecem e a tua justiça sobre os rectos de coração. 12Não permitas que os soberbos me pisem ou que os malvados me deitem por terra. 13Repara como caem os malfeitores, derrubados para não mais se levantarem.

will be added

X\