Salmos 28

1Da colecção de David. Clamo a ti, SENHOR, meu rochedo; não fiques surdo à minha súplica. Se tu não me atenderes, serei como os que descem à sepultura. 2Escuta as minhas súplicas, quando te invoco, quando elevo as minhas mãos para o teu santuário. 3Não me arrastes com os malfeitores, com aqueles que praticam o mal; eles falam de paz ao seu próximo, mas levam maldade nos seus corações. 4Recompensa-os segundo as suas obras, segundo a maldade dos seus actos. Retribui-lhes conforme as suas más acções; dá-lhes o que eles merecem. 5Eles não fazem caso daquilo que o SENHOR fez, nem reparam nas suas grandes obras; por isso, ele os destruirá e não voltará a restabelecê-los. 6Bendito seja o SENHOR, pois ouviu as minhas súplicas. 7O SENHOR é o meu poderoso protector; nele confiei plenamente e ele socorreu-me, por isso me sinto feliz e lhe cantarei louvores. 8O SENHOR é o nosso protector; ele defende e salva o seu ungido. 9Salva o teu povo, SENHOR, abençoa os que são teus; cuida deles como um pastor e guarda-os para sempre.

will be added

X\