Salmos 140

1Ao director do coro. Salmo da colecção de David. 2SENHOR, livra-me dos maus; protege-me dos homens violentos; 3eles estão sempre a maquinar o mal; todos os dias promovem discórdias. 4As suas línguas são como as das serpentes, as suas palavras são como veneno de víbora. 5Protege-me, SENHOR, do poder dos maus; protege-me dos homens violentos, que fazem planos para a minha queda. 6Os orgulhosos preparam-me armadilhas; estenderam uma rede à beira do caminho; armaram laços para me apanhar. 7Eu disse: «Ó SENHOR, tu és o meu Deus!» Escuta, pois, o meu grito suplicante! 8SENHOR, meu Deus, meu forte defensor, protege-me no combate. 9SENHOR, não dês aos maus o que eles desejam; não permitas que os seus planos malvados vão por diante. 10Não mais levantem a cabeça os que me cercam; que as suas ameaças contra mim caiam sobre eles; 11caiam sobre eles brasas acesas; sejam atirados para covas donde não mais se levantem. 12Que os caluniadores desapareçam da terra; que a desgraça persiga os homens violentos até os destruir. 13SENHOR, eu sei que tu defendes a causa do pobre e os direitos do necessitado. 14Por isso, os homens justos te louvarão; os honestos viverão na tua presença.

will be added

X\