Filipenses 4

1Portanto, meus queridos irmãos, de quem tenho tantas saudades, vocês que são a minha alegria e o meu prémio, continuem assim firmes no Senhor. 2Peço a Evódia e a Síntique que vivam em harmonia, segundo a vontade do Senhor. 3E peço-te a ti, meu fiel companheiro, que as ajudes. Pois elas lutaram ao meu lado na pregação do evangelho, juntamente com Clemente e todos os meus companheiros de trabalho, que têm os seus nomes escritos no livro da vida. 4Alegrem-se sempre no Senhor. Repito, alegrem-se nele. 5Sejam amáveis para toda a gente. O Senhor virá em breve. 6Não se aflijam com coisa nenhuma, mas em todas as orações peçam a Deus aquilo de que precisam, com espírito de gratidão. 7E a paz de Deus, que vai mais além do que nós podemos entender, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em união com Cristo Jesus. 8Por último, meus irmãos, prestem atenção ao que é verdadeiro, honesto, digno, puro, amável, ao que tem boa fama, ao que é virtuoso e digno de louvor. 9Ponham em prática o que aprenderam de mim, o que me ouviram e viram fazer, e estará convosco o Deus da paz. 10Muito me alegrei no Senhor por me terem manifestado novamente sentimentos de carinho. Não quero dizer que eu pense que me tivessem esquecido, mas não tinham tido ocasião de se manifestarem. 11Não digo isto por precisar de alguma coisa, pois aprendi a contentar-me com o que tenho. 12Sei viver na pobreza e também na abundância. Aprendi a viver em toda e qualquer situação: a ter fartura e a ter fome, a ter em abundância e a não ter o suficiente. 13Posso enfrentar todas as dificuldades naquele que me fortalece. 14Contudo, fizeram bem em compartilhar as minhas dificuldades. 15Irmãos filipenses, bem sabem que no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedónia, vocês foram a única igreja a ajudar-me. Compartilharam comigo no dar e no receber. 16Por mais que uma vez, quando eu estava em Tessalónica, me enviaram ajuda para as minhas necessidades. 17Não é que eu procure ofertas, mas desejo que seja acrescentado o mérito à vossa recompensa. 18Eu possuo tudo e em abundância. Agora que recebi tudo o que me enviaram por meio de Epafrodito, tenho mais do que o necessário. Essa oferta foi como o perfume de um sacrifício que Deus aceita e lhe agrada. 19O meu Deus há-de conceder-vos com largueza tudo aquilo de que precisarem, segundo a sua riqueza gloriosa em Cristo Jesus. 20Glória a Deus, nosso Pai, para sempre. Ámen. 21Saudações a todos os santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo mandam-vos saudades. 22Todos, especialmente os do palácio do imperador, vos enviam cumprimentos. 23Que a graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.

will be added

X\