Números 16

1Um levita chamado Coré, filho de Jiçar, do clã de Queat, convenceu três homens da tribo de Rúben, Datan e Abiram, filhos de Eliab, e On, filho de Pelet, 2a revoltarem-se contra Moisés, juntamente com mais duzentos e cinquenta israelitas, chefes do povo, escolhidos para esse cargo e muito bem considerados. 3Amotinaram-se contra Moisés e Aarão, dizendo: «Basta de arrogância da vossa parte! Todos os israelitas estão consagrados a Deus e no meio deles está o SENHOR! Porquê a vossa arrogância em se colocarem acima da assembleia do SENHOR?» 4Depois de ouvir isto, Moisés inclinou-se por terra 5e respondeu a Coré e a todo o seu grupo: «Amanhã o SENHOR mostrará quem lhe pertence e quem é que ele consagrou para se apresentar diante dele. E aquele que ele indicar é que se apresentará diante do SENHOR. 6Portanto, façam o seguinte: que Coré e os do seu grupo peguem nos turíbulos, 7amanhã, e os encham com brasas e coloquem nelas o incenso, diante do SENHOR. O SENHOR mostrará quem é que ele prefere e esse é o consagrado. Basta de arrogância da vossa parte, ó levitas!» 8Dirigindo-se a Coré, Moisés disse: «Ouçam-me com atenção, ó levitas! 9Ainda acham pouco que o SENHOR, Deus de Israel, vos tenha separado do resto da comunidade de Israel, para estarem mais perto dele, ao serviço do seu santuário e à frente da comunidade, para a servirem? 10O SENHOR quis que tu e os outros levitas estivessem mais perto dele e agora exigem também ser sacerdotes? 11Por isso, a conspiração que fizeste, acompanhado do teu grupo, foi contra o SENHOR, pois quem é Aarão, para protestarem contra ele?» 12Moisés mandou chamar Datan e Abiram, filhos de Eliab, mas eles replicaram: «Não vamos! 13Achas pouco teres-nos tirado duma terra, onde corre leite e mel, para nos deixares agora morrer no deserto? E queres ainda ser o nosso chefe supremo? 14Não nos conduziste a nenhuma terra, onde corre leite e mel, nem nos deste campos e vinhas em propriedade. Queres que arranquem os olhos a esta gente? Não queremos ir ter contigo!» 15Moisés ficou muito irritado e disse ao SENHOR: «Não aceites as suas ofertas, pois eu não recebi deles nem um burro; nem lhes fiz mal nenhum.» 16Moisés disse a Coré: «Vem apresentar-te amanhã diante do SENHOR, juntamente com os que conspiraram contigo, e Aarão virá também. 17Cada um pegará num turíbulo, para nele colocar o incenso e o oferecer ao SENHOR. Serão duzentos e cinquenta, cada um com o seu turíbulo. E tu e Aarão farão o mesmo.» 18Cada um deles pegou no seu turíbulo, colocou nele as brasas e por cima pôs o incenso e apresentaram-se à entrada da tenda do encontro. Moisés e Aarão apresentaram-se lá também. 19Coré reuniu em frente deles todo o povo de Israel, à entrada da tenda e o maravilhoso poder do SENHOR manifestou-se a todo o povo. 20O SENHOR disse então a Moisés e Aarão: 21«Afastem-se do meio dessa gente que eu acabo com eles, num instante!» 22Mas Moisés e Aarão inclinaram-se com o rosto por terra e pediram: «Ó Deus, foste tu que deste vida a toda a Humanidade! Vais agora castigar com furor toda esta comunidade, quando foi um só que pecou?» 23O SENHOR respondeu a Moisés: 24«Diz ao povo que se afaste do lugar onde moram Coré, Datan e Abiram.» 25Moisés dirigiu-se então para onde estavam Datan e Abiram, seguido pelos anciãos de Israel. 26Moisés falou assim à comunidade: «Afastem-se das tendas desses rebeldes e nem sequer toquem no que lhes pertence, para não serem também varridos, por causa dos seus pecados.» 27O povo afastou-se do lugar onde moravam Coré, Datan e Abiram. Datan e Abiram tinham saído para fora das tendas e estavam de pé, à porta, acompanhados das suas mulheres e filhos, grandes e pequenos. 28Moisés declarou: «Vão agora ter a prova de que foi o SENHOR que me enviou, para fazer tudo o que fiz sem ser por minha própria iniciativa. 29Se estes morrerem de morte natural, tal como acontece a toda a gente sem excepção, é sinal que o SENHOR não me enviou. 30Mas se o SENHOR realizar um prodígio especial, de modo que a terra se abra e os engula com tudo o que lhes pertence e eles caiam vivos no abismo, então fiquem a saber que foram eles que desprezaram o SENHOR.» 31Mal ele tinha acabado de dizer estas palavras, quando a terra se rasgou por baixo deles; 32a terra abriu a boca e engoliu-os junto com as suas famílias e todos os que eram partidários de Coré, com todos os seus bens. 33Caíram vivos no abismo, eles e todos os seus familiares. A terra cobriu-os e eles desapareceram da comunidade dos israelitas. 34Ao ouvirem os gritos, os israelitas que se encontravam nas proximidades fugiram, dizendo que tinham medo de serem também engolidos pela terra. 35E o SENHOR fez desencadear um enorme fogo que consumiu os duzentos e cinquenta homens que tinham ido apresentar o incenso.

will be added

X\