Mateus 6

1«Quando praticarem o bem, procurem não o fazer diante dos outros para dar nas vistas. Se assim fizerem, já não terão nenhuma recompensa a receber do vosso Pai que está nos céus. 2Portanto, quando deres esmola, não faças alarde à tua volta, como é costume das pessoas fingidas, nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiadas. Garanto-vos que essas pessoas já receberam a sua recompensa. 3Mas tu, quando deres esmola, procura que a tua mão esquerda nem saiba o que faz a direita. 4Deste modo, a tua esmola ficará em segredo; e o teu Pai, que vê o que se passa em segredo, há-de recompensar-te.» 5«Quando orarem, não façam como as pessoas fingidas que gostam de orar de pé, nas sinagogas e às esquinas das ruas, para toda a gente as ver. Garanto-vos que essas pessoas já receberam a sua recompensa. 6Tu, porém, quando quiseres fazer oração, entra no teu quarto, fecha a porta e ora a teu Pai que está presente sem ser visto. E o teu Pai, que vê o que se passa em segredo, há-de recompensar-te. 7Quando orarem, não usem muitas palavras, como fazem os pagãos, que pensam que é por muito falarem que serão mais facilmente ouvidos. 8Não sejam como eles pois o vosso Pai sabe muito bem do que vocês precisam, antes de lho pedirem. 9Portanto, devem orar assim: “Pai nosso que estás nos Céus, Santificado seja o teu nome; 10venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na Terra como no Céu. 11Dá-nos hoje o pão de que precisamos. 12Perdoa-nos as nossas ofensas, como nós perdoámos aos que nos ofenderam. 13E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do Maligno.” 14De facto, se perdoarem aos outros as suas ofensas, o vosso Pai celestial também vos perdoará. 15Mas se não perdoarem aos outros, o vosso Pai também vos não perdoará.» 16«Quando jejuarem não andem de cara triste, como as pessoas fingidas, que até desfiguram a cara para toda a gente ver que andam a jejuar. Garanto-vos que essas pessoas já receberam a sua recompensa. 17Mas tu, quando jejuares, lava a cara e penteia-te bem. 18Deste modo, ninguém saberá que andas a jejuar, a não ser o teu Pai que está presente sem ser visto. Ele, que vê tudo o que se passa em segredo, te dará a recompensa.» 19«Não se preocupem em juntar riquezas neste mundo, onde a traça e a ferrugem destroem e onde os ladrões assaltam e roubam. 20Preocupem-se antes em juntar riquezas no céu, onde não há traça nem ferrugem para as destruir, nem ladrões para assaltar e roubar. 21Onde estiver a vossa riqueza, aí estará o vosso coração.» 22«A luz do corpo são os olhos. Por isso, se o teu olhar for bom, todo o teu corpo tem luz. 23Mas se o teu olhar for mau, todo o teu corpo fica às escuras. Ora se a luz que há em ti não passa de escuridão, que grande será essa escuridão!» 24«Ninguém pode servir a dois patrões: ou não gosta de um deles e estima o outro, ou há-de ser leal para um e desprezar o outro. Não podem servir a Deus e ao dinheiro.» 25«É por isso que eu vos digo: Não andem preocupados com o que hão-de comer ou beber, nem com a roupa de que precisam para vestir. Não será que a vida vale mais do que a comida e o corpo mais do que a roupa? 26Olhem para as aves do céu, que não semeiam, nem colhem, nem amontoam grão nos celeiros. E no entanto, o vosso Pai dá-lhes de comer. Não valem vocês muito mais do que as aves? 27Qual de vós, por mais que se preocupe, poderá prolongar um pouco o tempo da sua vida? 28E por que hão-de andar preocupados por causa da roupa? Reparem como crescem os lírios do campo! E eles não trabalham nem fiam. 29Contudo digo-vos que nem o rei Salomão, com toda a sua riqueza, se vestiu como qualquer deles. 30Ora se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada, quanto mais vos há-de vestir a vocês, ó gente sem fé? 31Não andem preocupados a dizer: “Que havemos de comer? Que havemos de beber? Que havemos de vestir?” 32Os pagãos, esses é que se preocupam com todas essas coisas. O vosso Pai celestial sabe muito bem que vocês precisam de tudo isso. 33Procurem primeiro o reino de Deus e a sua vontade e tudo isso vos será dado. 34Portanto, não devem andar preocupados com o dia de amanhã, porque o dia de amanhã já terá as suas preocupações. Basta a cada dia a sua dificuldade.»

will be added

X\