Mateus 10

1Chamando para junto de si os seus discípulos, Jesus deu-lhes poder para expulsarem espíritos maus e curarem toda a espécie de doenças e males. 2São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e seu irmão André; Tiago e seu irmão João, filhos de Zebedeu; 3Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, do partido dos Nacionalistas, e Judas Iscariotes, aquele que atraiçoou Jesus. 5Jesus enviou estes doze dando-lhes as seguintes instruções: «Não se desviem para o caminho dos pagãos, nem entrem em qualquer cidade dos samaritanos. 6Vão antes ter com as ovelhas perdidas do povo de Israel. 7Pelo caminho anunciem que o reino dos céus está a chegar. 8Curem os que estão doentes, purifiquem os leprosos, ressuscitem os mortos e expulsem os espíritos maus. Receberam de graça, dêem de graça. 9Não procurem ouro, prata ou cobre para levar nos bolsos. 10Não levem saco de viagem, nem muda de roupa, nem calçado, nem cajado. O trabalhador tem direito ao seu sustento. 11Quando chegarem a qualquer cidade ou aldeia, procurem uma pessoa de confiança e fiquem em sua casa até se irem embora. 12Ao entrarem numa casa cumprimentem os presentes com saudações de paz. 13Se os daquela casa forem dignos dela, que a vossa paz fique com eles; se não forem dignos, que volte para vocês. 14Se nalguma casa ou cidade não vos receberem, nem derem ouvidos às vossas palavras, quando saírem daquela casa ou daquela cidade sacudam o pó dos vossos pés. 15Garanto-vos que no dia do juízo, a gente de Sodoma e Gomorra será tratada com menos dureza do que o povo dessa terra.» 16«Eu vos envio como ovelhas para o meio dos lobos. Portanto, sejam cautelosos como as serpentes e simples como as pombas. 17Tenham muito cuidado! Haverá homens que vos levarão aos tribunais e vos hão-de espancar nas suas sinagogas. 18Vão ter que comparecer diante de governadores e de reis, por minha causa. Aí darão testemunho de mim, a eles e aos pagãos. 19Quando vos entregarem às autoridades não se preocupem como hão-de falar, nem com o que hão-de dizer. Nessa altura, Deus vos dará as palavras, 20pois não serão vocês a falar, mas sim o Espírito de Deus, vosso Pai, que falará por vosso intermédio. 21Haverá irmãos que hão-de entregar os seus próprios irmãos à morte, e pais que hão-de entregar os próprios filhos. E haverá filhos que se hão-de revoltar contra os pais e os hão-de matar. 22Serão odiados por toda a gente por minha causa, mas aquele que se mantiver firme até ao fim será salvo. 23Quando vos perseguirem numa cidade, fujam para outra. Garanto-vos que o Filho do Homem há-de vir antes de terem ido a todas as cidades de Israel. 24Nenhum discípulo está acima do seu mestre, nem um servo está acima do seu senhor. 25Basta ao discípulo que venha a ser como o seu mestre e ao servo como o seu senhor. Ora se ao dono da casa já chamaram Belzebu, que nomes não hão-de chamar aos outros membros da família!» 26«Não tenham medo deles! Não há nada encoberto que não venha a descobrir-se, nem há nada escondido que não venha a saber-se. 27O que eu vos digo em segredo, digam-no à luz do dia, e aquilo que vos é dito ao ouvido, apregoem-no em cima nos telhados. 28Também não devem ter medo dos que matam o corpo mas não podem matar a alma. Temam antes a Deus que pode fazer perder tanto o corpo como a alma no inferno. 29Não se vendem dois pássaros por uma moeda? No entanto, nem um só deles cai ao chão sem o vosso Pai querer. 30Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados! 31Não tenham medo! Vocês valem mais do que muitos pássaros.» 32«Todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu farei o mesmo por ele diante do meu Pai que está nos céus. 33Mas àquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.» 34«Não pensem que vim trazer a paz à Terra. Não vim trazer a paz, mas a guerra. 35Vim, de facto, trazer a divisão entre filho e pai, filha e mãe, nora e sogra: 36os inimigos de uma pessoa serão os da sua própria família. 37Aquele que amar o pai ou a mãe mais do que a mim, não é digno de mim; e o que amar o filho ou a filha mais do que a mim, não é digno de mim. 38Aquele que não pegar na sua cruz e não me seguir, não é digno de mim. 39Aquele que pensa que tem a sua vida segura, perde-a, mas aquele que perder a sua vida por minha causa é que a tem segura.» 40«Quem vos receber é a mim que recebe, e quem me receber recebe aquele que me enviou. 41Quem receber um profeta, por ser profeta, terá uma recompensa de profeta; e quem receber um justo, por ser justo, terá a recompensa de justo. 42E aquele que der um simples copo de água fresca a um dos mais pequeninos destes meus discípulos, por ser meu discípulo, garanto-vos que não ficará sem a sua recompensa.»

will be added

X\