Malaquias 1

1Mensagem que o SENHOR dirigiu ao povo de Israel, por meio de Malaquias. 2O SENHOR diz aos israelitas: «Sempre vos amei.» Mas responder-lhe-ão: «Como é que nos amaste?» E o SENHOR insiste: «Esaú e Jacob eram irmãos, porém eu amei Jacob 3e aborreci-me de Esaú: tornei a terra montanhosa de Esaú árida como um deserto e entreguei-a aos animais selvagens.» 4Os edomeus, descendentes de Esaú, dirão: «O nosso país foi destruído, mas reconstruiremos de novo sobre as ruínas.» Mas o SENHOR todo-poderoso responderá: «Eles reconstruirão, mas eu voltarei a destruir. A sua terra será chamada “terra de impiedade” e “nação contra a qual o SENHOR se irritou para sempre”. 5Ó, israelitas, hão-de presenciar tudo isso e hão-de dizer: “O SENHOR é poderoso, mesmo para além do território de Israel.”» 6O SENHOR todo-poderoso diz aos sacerdotes: «O filho honra o pai e o servo respeita o amo. Sendo eu o vosso pai, por que não me honram? E sendo o vosso amo, por que não me respeitam? Por que desprezam o meu nome e dizem: “Como é que te desprezámos?” 7Oferecem sobre o meu altar alimentos que me ofendem e ainda perguntam: “Em que foi que te ofendemos?” Pois ofendem-me quando pensam que o meu altar pode ser desprezado 8e que não faz mal oferecerem-me animais cegos e que não faz mal oferecerem-me animais coxos e doentes. Experimentem levar um desses animais ao governador e vejam se ele vo-lo aceita com agrado e se vos fica reconhecido! Palavra do SENHOR todo-poderoso! 9E agora, sacerdotes, roguem a Deus que tenha compaixão de nós. Porém, se lhe fizerem essa espécie de ofertas, não esperem que ele vos aceite com agrado. Isto diz o SENHOR todo-poderoso! 10Desejaria que um de vós fechasse as portas do templo, para não voltarem a acender em vão o fogo no meu altar! Pois não estou contente convosco, nem aceitarei mais as vossas ofertas. Palavra do SENHOR todo-poderoso! 11Pois desde o Oriente até ao Ocidente; é grande o meu nome entre as nações; e em todo o lugar é apresentado incenso ao meu nome e uma oferta pura, pois é grande o meu nome entre as nações. Disse o SENHOR todo-poderoso. 12Mas desprezam o meu altar, quando pensam que a mesa do Senhor não é digna de respeito e que a comida que sobre ela se oferece é desprezível. 13Dizem que já estão cansados e desprezam-me. Trazem um animal roubado, coxo ou doente. Trazem a oferta e julgam que eu aceitá-la com agrado. Palavra do SENHOR! 14Maldito seja aquele que me engana, prometendo-me um animal são do seu rebanho e trazendo para o sacrifício um animal defeituoso! Pois eu sou um grande rei, temido entre as nações. Palavra do SENHOR todo-poderoso!»

will be added

X\