Lamentações 5

1SENHOR, não te esqueças do que nos aconteceu: vê bem como nos insultam. 2A nossa herança foi entregue a estranhos, e as nossas casas aos estrangeiros. 3Perdemos os nossos pais, as nossas mães enviuvaram e nós ficámos órfãos. 4A água dos nossos poços e a lenha dos nossos bosques temos de os comprar, se os quisermos. 5Os nossos perseguidores não nos deixam; estamos esgotados, sem descanso. 6Tivemos de estender a mão ao Egipto e à Assíria, para matarmos a fome. 7Os nossos pais pecaram e morreram; e somos nós que carregamos o peso dos seus crimes. 8Os escravos mandam em nós e não há ninguém que nos liberte deles. 9Para comermos, arriscamos a vida, tentando fugir das emboscadas do deserto. 10A nossa pele arde como um forno, com o calor da fome que nos consome. 11Mulheres de Jerusalém e jovens das cidades de Judá, todas elas foram violadas. 12Os príncipes foram enforcados e as pessoas idosas não foram respeitadas. 13Os jovens puxam a pedra do moinho e as crianças sucumbem ao peso das cargas de lenha. 14O conselho dos anciãos já não se reúne às portas da cidade nem os jovens tocam os seus instrumentos de música. 15O nosso coração não tem mais alegria, e as danças transformaram-se em luto. 16Foi-se a nossa dignidade! Infelizmente, por causa das nossas transgressões! 17O nosso coração desfalece e os nossos olhos enchem-se de lágrimas, 18porque o monte Sião se transformou num deserto e ninguém por lá passa, senão as raposas. 19Mas tu, SENHOR, és o rei eterno, e reinarás para todo o sempre. 20Por que hás-de esquecer-te de nós, e abandonar-nos durante tanto tempo? 21Conduz-nos a ti, SENHOR, e arrepender-nos-emos, renova a nossa vida, como éramos no passado. 22Não é possível que nos tenhas rejeitado e te tenhas zangado dessa maneira connosco!

will be added

X\