Juízes 2

1O anjo do SENHOR foi de Guilgal a Boquim e disse aos israelitas: «Tirei-vos do Egipto e trouxe-vos à terra que prometi aos vossos antepassados. Disse-vos que, da minha parte, jamais quebrarei a minha aliança convosco. 2O que vos peço é que, da vossa parte, não façam aliança alguma com os habitantes desta terra. Peço ainda que deitem abaixo os seus altares. Mas não fizeram o que vos disse. Pelo contrário! 3Por isso, vos declaro que não expulsarei estes povos do vosso meio. Eles e os seus deuses serão para vós uma armadilha.» 4Quando o anjo do SENHOR acabou de falar, o povo de Israel pôs-se a chorar em alta voz. 5Por isso, chamaram àquele lugar Boquim. E ali ofereceram sacrifícios ao SENHOR. 6Quando Josué despediu a assembleia de Israel, cada um dirigiu-se ao seu respectivo território para dele tomar posse. 7Durante toda a vida de Josué e dos anciãos que tinham presenciado todas as grandes coisas realizadas por Deus em favor de Israel, o povo serviu o SENHOR. 8Josué, filho de Nun e servo do SENHOR, morreu com a idade de cento e dez anos. 9Foi sepultado dentro dos limites do território que lhe coubera, em Timnat-Heres, nos montes de Efraim, ao norte do monte Gaás. 10Mas quando toda aquela geração morreu, a geração seguinte esqueceu-se do SENHOR e do que ele fizera por Israel. 11Então o povo de Israel desagradou ao SENHOR: começou a prestar culto aos ídolos de Baal. 12Afastaram-se do SENHOR, do Deus dos seus antepassados, que os tinha tirado do Egipto, e entregaram-se ao culto de outros deuses, os deuses dos povos circunvizinhos. E, adorando-os, provocaram a indignação de Deus. 13Deixaram de prestar culto ao SENHOR, trocando-o pelos ídolos de Baal e Astarté. 14O SENHOR ficou muito irado contra Israel e permitiu que os ladrões o despojassem do que possuía. Entregou-os aos inimigos vizinhos, pelo que o povo já não podia mais resistir-lhes. 15Para onde quer que fossem, o SENHOR estava contra eles, tal como lhes tinha prometido em juramento pelo que se viram em grandes dificuldades. 16Então o SENHOR deu-lhes juízes, que os libertaram dos salteadores. 17Porém eles desobedeceram também aos juízes e foram infiéis, prestando culto a outros deuses. Os antepassados tinham obedecido aos mandamentos do SENHOR, mas eles depressa se afastaram e não seguiram o seu exemplo. 18Quando lhes dava um juiz, o SENHOR ajudava-o a libertar o povo dos seus inimigos. Enquanto esse juiz vivia, o SENHOR compadecia-se dos seus gemidos, por causa da opressão que sofriam. 19Mas quando o juiz morria o povo deixava-se de novo corromper, ainda mais que os seus pais, servindo e prestando culto a outros deuses. Mostravam-se piores do que os seus antepassados. 20Então o SENHOR ficou muito irado contra Israel e disse: «Este povo quebrou a aliança que fiz com os seus antepassados. Já que não me obedeceu, 21também eu não expulsarei nenhum dos povos que Josué não desalojou antes de morrer. 22Por meio deles vou pôr à prova os israelitas e verificar se eles seguem ou não os meus caminhos, como os seus antepassados seguiram.» 23Desta maneira, o SENHOR não expulsou os povos que não tinha entregado nas mãos de Josué, antes permitiu que lá permanecessem.

will be added

X\