Juízes 1

1Após a morte de Josué, os israelitas consultaram o SENHOR, perguntando-lhe: «Qual das nossas tribos há-de ir à frente para combater os cananeus?» 2O SENHOR respondeu: «Judá irá à frente e eu entrego-lhe a terra dos seus inimigos.» 3Então os da tribo de Judá propuseram aos da tribo de Simeão: «Vamos juntos atacar os cananeus e conquistar o território que coube à nossa tribo e depois ajudamo-vos igualmente a conquistar o vosso.» E os de Simeão aceitaram. 4Assim Judá e Simeão foram juntos para a guerra. E o SENHOR concedeu-lhes a vitória sobre os cananeus e os perizeus, derrotando dez mil homens em Bezec. 5Ali enfrentaram Adonibezec, travaram batalha e venceram os cananeus e perizeus. 6O rei pôs-se em fuga, mas eles perseguiram-no, apanharam-no e cortaram-lhe os polegares das mãos e dos pés. 7Então Adonibezec disse: «Outrora, eu cortei os polegares das mãos e dos pés a setenta reis, e tiveram de apanhar os restos da comida debaixo da minha mesa. Agora, Deus retribuiu-me o que lhes fiz.» Adonibezec foi levado para Jerusalém e lá morreu. 8Os homens de Judá atacaram e conquistaram Jerusalém, mataram à espada os seus habitantes e incendiaram a cidade. 9Em seguida, continuaram a guerra contra os cananeus, nos montes, no Negueve e na planície. 10Também atacaram os cananeus da cidade de Hebron, que antes se chamava Quiriat-Arbá, e derrotaram Chechai, Aiman e Talmai. 11A seguir, dirigiram-se à cidade de Debir, que antes se chamava Quiriat-Séfer. 12Um deles, chamado Caleb, disse: «Prometo a minha filha em casamento àquele que conseguir conquistar Quiriat-Séfer.» 13Oteniel, filho de Quenaz, irmão mais novo de Caleb, conquistou a cidade e Caleb deu-lhe em casamento a sua filha Acsa. 14Esta, na altura em que ia habitar em casa do marido, insistiu com ele para pedir ao pai um terreno. E Caleb, ao ver que ela descia do jumento e se punha em posição de súplica, perguntou: «O que é? Queres alguma coisa?» 15Ela respondeu: «Faz-me um favor! Como as terras que me deste ficam no deserto do Negueve, deixa-me ficar também com terra de regadio.» E Caleb deu-lhe fontes nas terras altas e nas terras baixas. 16Os quenitas, descendentes do sogro de Moisés, saíram de Jericó, a cidade das palmeiras, com a tribo de Judá, em direcção às terras desertas de Judá, a sul de Arad; e ali passaram a morar com a gente da região. 17Judá e Simeão prosseguiram e derrotaram os cananeus que viviam em Sefat e destruíram completamente a cidade, que passou assim a chamar-se Horma. 18Judá conquistou igualmente os territórios de Gaza, Ascalon e Ecron. 19O SENHOR ajudou a tribo de Judá a expulsar o povo da região montanhosa, e a apoderar-se do seu território. Mas não expulsaram os habitantes da planície, porque estes tinham carros de ferro. 20Conforme as instruções de Moisés, Hebron foi concedido a Caleb, que expulsou da cidade os três descendentes de Anac. 21Contudo, a tribo de Benjamim não expulsou os jebuseus de Jerusalém e eles vivem ali com os de Benjamim até agora. 22As tribos dos descendentes de José decidiram tomar Betel, e o SENHOR estava com eles. 23Para isso, enviaram homens a espiar aquela cidade, que antes se chamava Luz. 24Ao verem que um homem vinha a sair da cidade, pediram-lhe: «Mostra-nos como podemos entrar na cidade e não te faremos mal.» 25O homem indicou-lhes a maneira secreta de poderem entrar na cidade e as tribos de José mataram à espada a população, excepto aquele homem e a sua família. 26Mais tarde, ele mudou-se para a terra dos hititas e lá fundou uma cidade, à qual deu o nome de Luz, que ainda hoje se chama assim. 27A tribo de Manassés não expulsou os moradores de Bet-Chan, Tanac, Dor, Jiblam e Meguido, nem os das localidades vizinhas de cada uma delas; e os cananeus continuaram a viver nessas cidades. 28Quando os israelitas se tornaram poderosos, obrigaram os cananeus a pagar tributo, mas não os conseguiram expulsar. 29A tribo de Efraim não expulsou os habitantes de Guézer, mas deixou-os continuar a viver no seu meio. 30A tribo de Zabulão não expulsou os habitantes de Quitron nem os de Nalal, e os cananeus continuaram a viver ali, embora tivessem de pagar tributo. 31A tribo de Asser não expulsou os habitantes de Acre nem os de Sídon, nem os de Alab, Aczib, Helba, Afec e Reob. 32O povo de Asser viveu com os cananeus locais, por não os conseguirem expulsar. 33A tribo de Neftali não expulsou os moradores de Bet-Chemes, nem os de Bet-Anat. Estabeleceu-se entre os cananeus, por os não conseguir desalojar, obrigando-os, porém, ao tributo. 34Os amorreus repeliram os da tribo de Dan para os montes, não lhes permitindo descer à planície. 35Os amorreus conseguiram permanecer em Har-Heres, Aialon e Salabim, porém as tribos de José mantiveram-nos sob controle e obrigaram-nos a pagar tributo. 36O território dos amorreus ia desde Sela e da subida de Acrabim para cima.

will be added

X\