Josué 7

1Mas os israelitas transgrediram as ordens do SENHOR sobre aquilo que estava destinado à destruição. Com efeito, um homem chamado Acan apoderou-se de algumas coisas destinadas à destruição e o SENHOR ficou profundamente irado com os israelitas. Este Acan era descendente de Carmi, de Zabedi e de Zera, pertencentes à tribo de Judá. 2Josué tinha mandado alguns homens de Jericó a Ai, localidade situada perto de Bet-Aven, a oriente de Betel, com o fim de espiarem aquela região. Depois de terem espiado Ai, 3eles voltaram para junto de Josué e sugeriram o seguinte: «Não há necessidade de irem todos. Bastam dois ou três mil homens para conquistar Ai. Não mandes todo o exército, porque os habitantes de Ai são poucos.» 4Por tal razão, subiram apenas cerca de três mil homens, mas tiveram de fugir. 5Os habitantes de Ai mataram-lhes cerca de trinta e seis homens e perseguiram-nos desde a porta da cidade até Sebarim, atacando-os pela encosta do monte. E assim os israelitas perderam a coragem e desanimaram completamente. 6Então Josué e os anciãos de Israel rasgaram as roupas em sinal de tristeza e inclinaram-se com o rosto por terra, diante da arca do SENHOR, cobrindo de pó as suas cabeças, e ficaram assim até à tarde. 7Josué exclamava: «SENHOR, nosso Deus! Por que nos fizeste atravessar o Jordão? Para nos entregares nas mãos dos amorreus e nos destruíres? Antes tivéssemos ficado do outro lado do rio! 8Ó Senhor! Que poderei dizer agora, depois de Israel fugir diante do seu inimigo? 9Os cananeus e todos os habitantes do país vão ter conhecimento disto, e depois vão atacar-nos e destruir-nos e ninguém mais se recordará de nós. Que farás tu para defender o teu prestígio?» 10O SENHOR respondeu-lhe: «Levanta-te! Por que estás assim com o rosto por terra? 11Os israelitas pecaram; não cumpriram a aliança que eu tinha feito com eles. Apoderaram-se de coisas que estavam destinadas à destruição, roubaram-nas, esconderam-nas e meteram-nas nas suas bagagens. 12Foi por isso que eles não puderam resistir aos inimigos. Não conseguiram enfrentar o inimigo, porque também eles ficaram condenados à destruição. E eu não estarei mais do vosso lado, enquanto não destruírem o que estava destinado à destruição e que se encontra em vosso poder. 13Levanta-te, pois, e vai convocar o povo. Diz-lhes que estejam preparados para amanhã se apresentarem puros diante do SENHOR. Pois, assim fala o SENHOR, Deus de Israel: “Vocês apoderaram-se de coisas destinadas à destruição. Por isso, não poderão resistir aos inimigos, enquanto se não desfizerem de tais coisas. 14Apresentem-se amanhã, cada tribo por sua vez. A tribo que o SENHOR indicar terá de se apresentar família por família. A família deverá aproximar-se casa por casa e a casa designada há-de apresentar-se por indivíduos. 15Aquele que for designado e for encontrado na posse das coisas destinadas à destruição será queimado com tudo o que lhe pertence, porque transgrediu a aliança do SENHOR e cometeu um crime que envergonha o povo de Israel.”» 16No dia seguinte, Josué levantou-se cedo e deu ordem para todo o povo se apresentar, tribo por tribo. Foi designada a tribo de Judá. 17Mandou aproximar essa tribo e foi indicada a família de Zera. Aproximou-se então a família de Zera, casa por casa, e foi designada a casa de Zabedi. 18Fez aproximar essa casa, pessoa por pessoa, e foi indicado Acan, descendente de Carmi, de Zabedi e de Zera da tribo de Judá. 19Disse-lhe então Josué: «Meu filho, para glória de Deus, conta-me a verdade, aqui diante do SENHOR, Deus de Israel. Diz-me o que fizeste e não me escondas nada.» 20Acan respondeu: «É verdade, pequei contra o SENHOR, Deus de Israel. O que aconteceu foi isto: 21vi no meio dos despojos uma linda capa da Mesopotâmia, cerca de dois quilos de prata e uma barra de ouro com cerca de meio quilo. Cobicei essas coisas e fiquei com elas. Depois escondi-as na terra dentro da minha tenda, ficando a prata por baixo de tudo.» 22Josué mandou então alguns homens revistar a tenda e lá encontraram as tais coisas e a prata estava por baixo. 23Pegaram nelas, levaram-nas a Josué e a todos os israelitas, e colocaram-nas diante do SENHOR. 24Josué, na presença de todo o povo de Israel, tomou Acan com a prata, o manto e a barra de ouro, com os filhos e filhas, bois, jumentos e ovelhas, a tenda e tudo o que ele tinha e levou-o até ao vale de Acor. 25Chegados lá, Josué disse: «Já que foste a nossa desgraça, que agora o SENHOR te desgrace a ti!» E todas as pessoas o apedrejaram e, em seguida, lançaram-nos ao fogo a eles e a tudo o que tinham. 26Puseram depois sobre Acan um grande monte de pedras, que ainda dura até hoje. Por tal razão, aquele lugar ficou a chamar-se até agora vale de Acor. Assim se acalmou a ira do SENHOR.

will be added

X\