Josué 4

1Depois de todo o povo ter atravessado o Jordão, o SENHOR disse a Josué: 2«Escolham doze homens, um por cada tribo, 3e mandem-lhes tirar doze pedras do meio do rio, do lugar onde estiveram parados os sacerdotes, e que levem essas pedras para o sítio em que o povo irá passar a noite.» 4Josué chamou então os doze homens que tinham sido escolhidos de todas as tribos 5e disse-lhes: «Passem à frente da arca da aliança do SENHOR, vosso Deus, e vão até ao meio do rio. Cada um tire uma pedra e ponha-a ao ombro, uma por cada tribo de Israel. 6Estas pedras ficarão como sinal daquilo que o SENHOR fez. E quando os vossos filhos perguntarem um dia o que significam estas pedras para vós, 7responderão: “As águas do Jordão pararam e abriram caminho, quando a arca da aliança do SENHOR atravessou o rio. Estas pedras estão a recordar para sempre ao povo de Israel o que aqui se passou.”» 8Os israelitas fizeram como Josué lhes mandou: foram ao meio do rio e tiraram as doze pedras, uma por cada tribo de Israel, tal como Deus tinha ordenado a Josué. Em seguida, levaram-nas para o sítio onde iam acampar e lá as colocaram. 9Josué mandou colocar outras doze pedras no meio do Jordão, no sítio onde estiveram parados os sacerdotes que levavam a arca da aliança. Essas pedras ainda hoje lá estão. 10Os sacerdotes que estavam com a arca ficaram de pé no meio do rio até se cumprir tudo o que o SENHOR tinha mandado a Josué dizer ao povo. Era aquilo que Moisés tinha ordenado. O povo apressou-se a atravessar o rio 11e, logo que todos acabaram de passar, os sacerdotes com a arca da aliança passaram também e colocaram-se à frente do povo. 12Também passaram os homens das tribos de Rúben, de Gad e da metade da tribo de Manassés. Preparados para a guerra, iam à frente dos outros israelitas, conforme Moisés lhes tinha dito. 13Eram cerca de quarenta mil os homens preparados para combater, que desfilaram diante do SENHOR em direcção à planície de Jericó. 14Aquilo que o SENHOR realizou naquele dia fez com que o povo de Israel considerasse Josué como um grande homem. E todos o respeitaram, como tinham respeitado Moisés, até ao fim da sua vida. 15O SENHOR disse a Josué: 16«Manda sair do Jordão os sacerdotes que transportam a arca da aliança.» 17Josué mandou-os sair 18e logo que saíram do meio do rio e os seus pés pisaram terra seca, as águas do rio voltaram ao seu lugar; e corriam como antes, a transbordar pelas margens. 19O povo atravessou o Jordão no décimo dia do primeiro mês e acampou em Guilgal, a oriente de Jericó. 20Josué colocou ali as doze pedras tiradas do rio 21e falou assim aos israelitas: «Quando, daqui por diante, os vossos filhos perguntarem o que significam estas pedras, 22digam-lhes que o povo de Israel passou o rio a pé enxuto. 23Contem-lhes como o SENHOR, vosso Deus, secou as águas para vocês atravessarem, tal como tinha secado o Mar Vermelho para nós passarmos. 24Por isso, todos os povos da terra hão-de reconhecer como o SENHOR é poderoso e vocês hão-de respeitar sempre o SENHOR, vosso Deus.»

will be added

X\