Jonas 4

1Mas Jonas ficou muito desgostoso com aquilo e muito ressentido. 2Chegou mesmo a pedir ao SENHOR: «Ó SENHOR! Era isto mesmo que eu receava que acontecesse, quando ainda estava no meu país. Foi por isso que tentei fugir para Társis. É que eu sabia que tu és um Deus generoso e cheio de compaixão, paciente e cheio de bondade, sempre pronto a renunciar aos castigos que prometes. 3Portanto, SENHOR, tira-me a vida! Antes quero morrer do que viver assim.» 4Mas o SENHOR replicou-lhe: «Achas que tens razão para te irritares assim?» 5Jonas saiu para fora da cidade e ficou ali perto, do lado do oriente. Preparou um abrigo com ramagens e sentou-se debaixo dele, para ver o que acontecia à cidade. 6O SENHOR Deus fez crescer uma planta, mais alta do que Jonas, para lhe dar sombra e o confortar do seu desgosto. Jonas ficou muito contente, com aquela planta. 7Mas na manhã seguinte, Deus fez com que um bicho fosse roer a planta e ela secou. 8Ao nascer do Sol, Deus fez soprar do oriente um vento quente, que batia na cabeça de Jonas e quase o fazia desmaiar. Jonas desejou a morte e dizia: «É melhor para mim morrer do que viver assim!» 9Mas Deus replicou a Jonas: «Achas que tens razão para te irritares assim, por causa da planta?» Jonas respondeu: «Acho que tenho razão e estou profundamente irritado.» 10Então o SENHOR disse-lhe: «Tu tens pena duma planta que não fizeste crescer nem te deu trabalho nenhum, que cresceu numa noite e, antes da noite seguinte, murchou; 11e eu não hei-de ter pena de Nínive, a grande cidade, onde vivem mais de cento e vinte mil pessoas, que não são capazes de distinguir entre a direita e a esquerda, e onde há ainda um grande número de animais?!»

will be added

X\