Job 40

1O SENHOR interpelou Job, dizendo: 2«Será que aquele que contestava a Deus vai agora responder? Aquele que critica o Todo-Poderoso tem algo que replicar?» 3Então Job respondeu ao SENHOR: 4«Sinto-me demasiado pequeno! Que hei-de responder-te? Fico calado, sem abrir a boca! 5Já antes falei, não quero dizer mais nada, nem acrescentar coisa alguma ao que já disse.» 6Do meio da tempestade, o SENHOR voltou a interpelar Job, dizendo: 7«Se és homem, prepara-te para responder ao que tenho a perguntar-te. 8Atreves-te a negar-me razão, a condenares-me, para te declarares inocente? 9Porventura pretendes ter tanto poder como Deus e fazer ecoar o trovão como ele faz? 10Cobre-te então de glória e grandeza; envolve-te de esplendor e majestade, 11dá largas ao teu furor, deita por terra os orgulhosos com um só olhar; 12humilha com um olhar os arrogantes; esmaga imediatamente os criminosos; 13enterra-os todos de uma vez, ligados com faixas e presos no sepulcro. 14Eu próprio te prestaria homenagem, por teres alcançado o triunfo pela tua mão. 15Repara no monstro Beemot! Fui eu que o criei, tal como a ti e ele come simplesmente erva, como o boi. 16Mas repara na força das suas pernas, no vigor da sua barriga musculosa! 17A sua cauda é forte como um tronco de cedro e as suas coxas são ligadas por fortes tendões. 18Os seus ossos são tubos de bronze e as suas costelas são como barras de ferro. 19É o maior dos seres que Deus criou com o seu poder e só o criador pode aproximar dele a espada. 20Ao levarem-lhe o pasto das montanhas, os animais selvagens brincam junto dele. 21Vai deitar-se debaixo dos lótus, esconde-se entre os canaviais do pântano. 22Os lótus oferecem-lhe a sua sombra e os salgueiros do rio encobrem-no. 23Se a corrente for forte, não se atrapalha, mesmo com a água pela boca, não se incomoda. 24Quem poderá apanhá-lo de frente e atravessar-lhe o focinho com um gancho? 25És capaz de pescar o crocodilo com um anzol ou atar-lhe a boca com uma corda? 26És capaz de lhe passar um junco pelo nariz ou atravessar-lhe a mandíbula com um gancho? 27Achas que ele te vai pedir por favor ou falar com todas as delicadezas? 28Pensas que vai fazer algum pacto contigo, para aceitar ser teu escravo até à morte? 29Vais brincar com ele como se fosse um passarinho ou atá-lo com um fio para distrair as tuas filhas? 30Será que os pescadores vão negociar com ele e dividi-lo entre vários negociantes? 31Consegues furar-lhe a pele com harpões ou a sua cabeça com dardos de pescador? 32Põe a mão em cima dele; hás-de lembrar-te desse combate, sem vontade de o repetir.»

will be added

X\