Jeremias 39

1No décimo mês do nono ano do reinado de Sedecias, rei de Judá, o rei Nabucodonosor da Babilónia veio com o seu exército e atacou Jerusalém. 2No nono dia do quarto mês, do décimo primeiro ano do reinado de Sedecias, os babilónios abriram uma brecha nos muros da cidade. 3Então os generais do rei da Babilónia reuniram-se junto à Porta do Meio. Entre eles encontrava-se Nergal Sarécer, Samegar-Nebo, Sar-Sequim, chefe da sua corte, e um outro Nergal Sarécer, e os restantes oficiais do rei da Babilónia. 4Quando o rei Sedecias e os seus soldados viram o que estava a acontecer, procuraram fugir da cidade, durante a noite. Saíram pelo pomar real, passaram a porta que ligava os dois muros e escaparam em direcção ao vale do Jordão. 5Mas o exército babilónio foi-lhes no encalço e apanhou Sedecias, na planície que fica perto de Jericó. Em seguida, conduziram-no ao rei Nabucodonosor, que se encontrava na cidade de Ribla, no território de Hamat, e ali, Nabucodonosor pronunciou a sentença contra ele. 6Ali mesmo, em Ribla, mandou que os filhos de Sedecias fossem mortos, na presença do próprio pai, e executou igualmente os principais chefes de Judá. 7Em seguida, mandou tirar os olhos a Sedecias e prendeu-o com correntes, para ser levado para a Babilónia. 8Entretanto os babilónios puseram fogo ao palácio real e às casas de habitação do povo e deitaram abaixo os muros de Jerusalém. 9Finalmente Nebuzaradan, comandante da guarda, levou o povo, que saíra da cidade, cativo para a Babilónia, juntamente com os que tinham desertado e se lhe tinham entregue antes e todos os que tinham sobrevivido. 10Porém poupou alguns dos habitantes mais pobres de Judá, que não possuíam terrenos, e entregou-lhes vinhas e campos. 11Porém o rei Nabucodonosor ordenou a Nebuzaradan, comandante da sua guarda, que desse a seguinte ordem: 12«Vão à procura de Jeremias e cuidem bem dele. Não lhe façam mal; antes, concedam-lhe tudo o que ele pedir.» 13Então Nebuzaradan, juntamente com os generais Nebuchazeban e Nergal-Sarécer, e outros oficiais do rei da Babilónia, 14levaram Jeremias do pátio do templo e puseram-no ao cuidado de Godolias, filho de Aicam, neto de Chafan, que devia zelar para que ele voltasse para sua casa em segurança. E assim Jeremias foi viver no meio do seu povo. 15Enquanto Jeremias se encontrava ainda encarcerado no pátio do palácio da guarda, o SENHOR disse-lhe: 16«Vai comunicar a Ébed-Mélec, o etíope, que o SENHOR todo-poderoso, o Deus de Israel, lhe manda dizer o seguinte: “Tal como anteriormente anunciei, vou trazer sobre esta cidade a desgraça e não o bem-estar. Quando isso acontecer, tu estarás presente para testemunhar. 17Porém eu, o SENHOR, hei-de proteger-te e não te entregarei nas mãos daqueles de quem tens medo. 18Farei com que tu escapes à morte. Salvarás a tua vida, porque confiaste em mim. Palavra do SENHOR!”»

will be added

X\