Jeremias 21

1O rei Sedecias, de Judá, enviou-me Pachiur, filho de Malquias, e o sacerdote Sofonias, filho de Masseias, com o seguinte pedido: 2«Por favor, consulta o SENHOR, por nós, porque o rei Nabucodonosor da Babilónia e o seu exército estão a cercar a cidade. Quem sabe se o SENHOR não nos fará um milagre, obrigando Nabucodonosor a retirar-se.» 3Então Jeremias respondeu-lhes que fossem comunicar a Sedecias 4a seguinte mensagem, da parte do SENHOR: «Eu vou tirar as armas de guerra, que estão nas vossas mãos e com as quais lutam contra o exército do rei da Babilónia, que vos tem cercados dentro da cidade. As armas dos teus soldados ficarão num monte, no centro da cidade. 5Eu mesmo lutarei contra ti com mão forte e com todo o meu poder, com a indignação e o ardor da minha ira. 6Matarei todos os seres vivos desta cidade. Tanto pessoas, como animais, morrerão com uma terrível epidemia. 7Quanto a ti, aos teus oficiais e ao povo que sobreviver à guerra, à fome e à epidemia, serão capturados pelo vosso inimigo, o exército do rei Nabucodonosor. Ele vos condenará à morte. Não vos poupará nem mostrará misericórdia ou piedade. Palavra do SENHOR!» 8Então o SENHOR mandou-me dizer ao povo a seguinte mensagem, da sua parte: «Vou dar-vos a escolher entre o caminho que leva à vida e o que conduz à morte. 9Se alguém permanecer na cidade, morrerá à espada, à fome, ou de epidemia. Mas quem se entregar aos babilónios, que agora cercam a cidade, não será morto e conseguirá salvar a vida. 10A minha intenção é de não poupar a cidade. Palavra do SENHOR! Jerusalém será destruída e entregue ao rei da Babilónia, que a queimará pelo fogo.» 11Mensagem à casa real de Judá: «Ouçam o que diz o SENHOR, 12ó descendentes de David! É esta a sua mensagem: “Sejam rigorosos no exercício diário da justiça! Protejam o oprimido contra o opressor. Se não, provocarão a minha ira, que será como um fogo que não se pode apagar. Será o castigo dos vossos crimes. 13Estás situada no alto, sobre os vales, qual rochedo que domina a planície. Mas eu mesmo farei guerra contra ti. Dizes que ninguém te pode atacar ou penetrar no teu sistema defensivo. 14Mas eu te castigarei pelo que fizeste. Deitarei fogo ao teu palácio, fogo que consumirá tudo o que o rodeia! Palavra do SENHOR!”»

will be added

X\