Jeremias 10

1Ó Israel, dá atenção à mensagem que o SENHOR te envia! 2Eis o que diz o SENHOR: «Não sigas o caminho das outras nações. Não te deixes perturbar por sinais nos céus, mesmo que isso aterrorize os outros povos. 3A sua religião não tem valor. Eles cortam uma árvore da floresta e modelam-na com o machado de artesão. 4Este ornamenta-a com prata e ouro, seguros com pregos, para não caírem. 5Tais ídolos são como um espantalho numa plantação de pepinos. Não podem falar. Têm de ser transportados, porque não andam por si mesmos. Não tenhas medo deles. Não fazem mal, nem têm poder para fazer bem.» 6Ó SENHOR, ninguém te pode igualar! Tu és grande como é grande a fama do teu poder! 7Haverá quem não te respeite, ó rei dos povos? Só tu mereces homenagem! Sim, ninguém te pode igualar, entre todos os sábios do mundo, entre todos os reis das nações. 8São todos estúpidos e loucos. Que podem eles aprender de ídolos de madeira? 9Esses ídolos estão ornamentados com prata de Társis e ouro de Ufaz. É tudo produto dos artesãos. Estão cobertos de tecidos violeta e púrpura, feitos por mãos habilidosas. 10Mas o SENHOR é o verdadeiro Deus, Deus vivo e rei eterno. Quando ele está irado, o mundo estremece; as nações não podem suportar a sua indignação. 11Devem responder-lhes assim: «Estes deuses não fizeram os céus e a terra; por isso, devem desaparecer desta terra e de debaixo deste céu.» 12O SENHOR fez a terra, pelo seu poder; pela sua sabedoria estabeleceu o mundo; e deu extensão aos céus pela sua inteligência. 13Por sua ordem, as águas rugem nos céus; faz subir as nuvens dos confins da terra. Produz relâmpagos para a chuva e faz sair ventos dos seus reservatórios. 14Porém à vista destes sinais, os homens fizeram-se estúpidos, sem perceber. Os que fazem ídolos, ficam envergonhados, porque esses deuses de metal são falsos e sem vida. 15São ídolos falsos e desprezíveis, que serão destruídos, quando o SENHOR intervier. 16Mas o Deus de Jacob não é como esses deuses; ele fez tudo quanto existe; a ele pertence o povo de Israel. O seu nome é: SENHOR, todo-poderoso. 17Recolham do chão os vossos haveres, ó habitantes de Jerusalém, nela cercados e prisioneiros! 18O SENHOR decidiu tirar-vos da vossa terra; desta vez há-de mandar-vos para longe e segurar-vos de tal maneira que não conseguem escapar. 19Jerusalém exclama: «Ai das minhas feridas, que não se podem curar, eu pensava que era capaz de as suportar! 20As minhas tendas estão deitadas abaixo; as espias que as prendiam partiram-se. Os meus filhos foram-se embora e desapareceram; nenhum ficou para armar a minha tenda e nem para me preparar um abrigo.» 21Os nossos governantes estão embrutecidos; não pedem ao SENHOR que os oriente. Por isso, fracassaram, e o seu povo foi atirado para o exílio. 22Escutem! Chegaram notícias! Há um enorme furacão que vem do norte; ele transformará as cidades de Judá num deserto, num covil de chacais. 23SENHOR, eu sei que ninguém é dono do seu destino; ninguém pode controlar a sua vida. 24Corrige-me, SENHOR, mas não sejas demasiado severo, não me castigues com furor, pois seria o meu fim. 25Faz cair a tua ira sobre as nações que não te conhecem, e sobre aqueles que não te prestam culto. Foram esses que mataram o teu povo; destruíram-nos por completo e deixaram a nossa terra em ruínas.

will be added

X\