Tiago 5

1Aos ricos eu digo, chorem em altos brados pelas desgraças que vos vão acontecer. 2A vossa riqueza está podre e as vossas roupas estão roídas pela traça. 3O vosso ouro e a vossa prata desfazem-se. E isso há-de ser a prova do vosso engano e há-de ser como fogo que devora a vossa carne, pois amontoaram riquezas nos últimos dias. 4Não pagaram o salário aos trabalhadores que ceifavam as vossas searas. O seu salário roubado protesta contra vós e os gritos dos ceifeiros já chegaram aos ouvidos de Deus todo-poderoso. 5Passaram a vida no luxo e nos prazeres. O que fizeram foi engordar, como animais para o dia da matança. 6Condenaram e mataram o justo, que não é capaz de vos resistir. 7Portanto, irmãos, sejam pacientes, esperando a vinda do Senhor. Vejam como o camponês espera o precioso fruto da terra. Ele espera com paciência até que venham as chuvas do Outono e as da Primavera. 8Sejam também pacientes. Ganhem coragem, porque a vinda do Senhor está próxima. 9Irmãos, não murmurem uns contra os outros para não serem julgados por Deus. Olhem que o juiz está à porta. 10Sigam o exemplo de coragem e de paciência dado pelos profetas que falaram em nome do Senhor. 11Nós louvamos aqueles que perseveraram. Já vos falaram da perseverança de Job e conhecem também a recompensa que o Senhor, por fim, lhe deu. De facto, o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão. 12Sobretudo, irmãos, não façam juramentos nem pelo Céu, nem pela Terra, nem por coisa nenhuma. Digam «sim», quando for sim, e «não», quando for não. De outro modo, ficarão sujeitos ao juízo de Deus. 13Quando algum dos vossos estiver em sofrimento, recorra à oração; quando estiver contente, cante louvores a Deus. 14E quando alguém estiver doente, mande chamar os responsáveis da igreja, para orarem por ele, derramando óleo sobre ele, em nome do Senhor. 15Esta oração, feita com fé, dará a saúde ao doente e o Senhor há-de restabelecê-lo. E, se cometeu algum pecado, será perdoado. 16Portanto, devem confessar uns aos outros os próprios pecados e orar uns pelos outros para serem curados. A oração actua poderosamente quando é feita por uma pessoa justa. 17Elias, que era um ser humano como nós, pediu a Deus que não chovesse e durante três anos e meio não voltou a chover. 18Depois, pediu de novo a Deus, a chuva tornou a cair e a terra produziu os seus frutos. 19Meus irmãos, se algum de vós se desviar do caminho da verdade e alguém o trouxer de novo, 20lembrem-se disto: aquele que ajuda um pecador a abandonar o seu caminho errado salva-lhe a vida e alcança o perdão de muitos pecados.

will be added

X\