Isaías 8

1O SENHOR disse-me: «Pega num pedaço de barro grande e devidamente preparado e escreve em caracteres correntes: Para aquele que tem o nome de Pronto-para-o-Saque-Rápido-para-a-Presa.» 2Mostrei o escrito a duas testemunhas dignas de fé, o sacerdote Urias e Zacarias, filho de Berequias. 3Uni-me então à profetisa, minha mulher; ela ficou grávida e deu à luz um filho. E o SENHOR ordenou-me: «Põe-lhe o nome de Pronto-para-o-saque-Rápido-para-a-presa. 4Ainda antes que o menino saiba dizer “papá, mamã”, as riquezas de Damasco e os despojos de Samaria serão levados ao rei da Assíria.» 5O SENHOR disse-me ainda: 6«Este povo despreza as águas do canal de Siloé, que correm mansamente, e preferem a arrogância dos dois reis, Recin e o filho de Remalias. 7Por isso, o Senhor fará cair sobre vós, as torrentes abundantes e violentas do rio Eufrates, isto é, o rei da Assíria com todo o seu poder. O Eufrates sairá do seu leito e transbordará das suas margens. 8As suas águas invadem Judá, inundam e transbordam até chegarem ao pescoço. As suas margens estender-se-ão até abrirem a vastidão da tua terra, ó Emanuel! 9Tremam, ó povos, pois sereis derrotados; estejam atentas, nações longínquas; armem-se bem, pois sereis esmagadas; armem-se bem, sereis sempre esmagadas. 10Tracem planos, que sairão frustrados; pronunciem ameaças que não se realizarão, porque Deus está connosco.» 11Assim me falou o SENHOR, agarrando-me pela mão e afastando-me do caminho deste povo: 12«Não acreditem em conspiração, quando este povo fala de conspiração, não temam o que ele teme, nem se assustem. 13Quem devem tratar como santo é ao SENHOR, todo-poderoso; é a ele que devem respeitar, é ele que vos deve inspirar temor. 14Ele será uma pedra de tropeço e um precipício, para os dois reinos de Israel: será uma armadilha, uma cilada para os habitantes de Jerusalém. 15Muitos tropeçarão nela, cairão e serão despedaçados, serão apanhados na armadilha e não poderão livrar-se.» 16Guardo a mensagem, selo as instruções e confio-as apenas aos meus discípulos. 17Espero no SENHOR, que por agora ocultou o seu rosto aos descendentes de Jacob. Espero pacientemente nele. 18Eu próprio e os filhos que o SENHOR me deu serviremos de sinal e presságio para Israel, em nome do SENHOR do Universo, que habita no monte Sião. 19Certamente que vos dirão: «Consultem os espíritos dos mortos e os adivinhos que murmuram e segredam. Não é normal que um povo consulte os seus deuses e interrogue os mortos acerca dos vivos, 20para receberem instruções com garantia?» Certamente hão-de falar dessa maneira. Mas para esses não haverá manhã. 21Hão-de vaguear pelo país, oprimidos e esfomeados. Agastados pela fome, amaldiçoarão o seu rei e o seu Deus; levantarão os olhos para o céu 22e, depois, olharão para a terra. Encontrarão apenas aflição e trevas, escuridão opressora e noite sem saída. 23Não haverá mais escuridão para o país em angústia. Em tempos passados, o SENHOR humilhou a região de Zabulão e a de Neftali. Mas no futuro, cobrirá de glória o caminho ao longo do mar o país a leste do Jordão e a Galileia dos estrangeiros.

will be added

X\