Isaías 43

1E agora, assim declara o SENHOR, aquele que te criou, ó Jacob, aquele que te formou, ó Israel: «Não tenhas medo, porque eu resgatei-te, chamei-te para me servires: e tu pertences-me. 2Mesmo que atravesses os mares, estarei contigo; os rios profundos não te hão-de afogar. Quando caminhares pelo fogo, não te queimarás, as chamas não te hão-de atingir. 3Porque eu, o SENHOR, sou o teu Deus; eu, o Santo de Israel, sou o teu salvador. Dou o Egipto para pagar a tua libertação, Cuche e Sabá em troca de ti. 4Já que tens muito valor para mim, que te estimo e te amo, entrego homens em teu lugar e povos em vez da tua pessoa. 5Não tenhas medo, que eu estou contigo. Trarei os teus filhos desde o Oriente e congregarei os que te pertencem desde o Ocidente. 6Digo ao Norte: “Devolve-os!” e ao Sul: “Não os retenhas!” Tragam-me os meus filhos lá de longe e as minhas filhas dos confins da terra. 7São todos quantos têm o meu nome, que eu criei, formei e fiz, para manifestarem a minha glória.» 8«Façam comparecer este povo, que tem olhos, mas não vê, tem ouvidos, mas não ouve. 9Juntem-se todas as nações, e reúnam-se os povos. Qual dos seus deuses anunciou estas coisas e nos predisse o que aconteceu? Que apresentem testemunhas para se justificarem, e, ouvindo-as, se possa dizer: “É verdade!” 10Vós é que sois as minhas testemunhas. Palavra do SENHOR! Vós é que sois o meu servo, aquele que eu escolhi, para saber, acreditar e compreender quem sou eu. Antes de mim, não houve nenhum deus, e depois de mim também não haverá. 11Eu, e só eu, é que sou o SENHOR. Fora de mim, não há ninguém que salve! 12Sou eu que ofereço a salvação, a anuncio e proclamo, e não é nenhum deus estrangeiro que esteja no meio de vós. Eu sou Deus e vós sois testemunhas disso! Palavra do SENHOR! 13Eu sou esse Deus desde sempre, por isso, ninguém me poderá resistir; aquilo que eu faço ninguém o poderá desfazer.» 14Assim declara o SENHOR, aquele que vos liberta, o Santo de Israel: «Por vossa causa envio uma expedição à Babilónia, para arrancar todos os ferrolhos das prisões. Os gritos de alegria dos babilónios vão transformar-se em lamentações. 15Eu sou o SENHOR, o vosso Santo, o criador de Israel, vosso Rei.» 16O SENHOR, que outrora abriu um caminho no mar, uma estrada nas águas impetuosas; 17que pôs em marcha carros e cavalos, os exércitos com as suas tropas mais valentes, que os fez cair para nunca mais se levantarem, e extinguir-se como um pavio que se apaga, 18é ele que agora vos declara: «Não recordem mais os acontecimentos de outrora, nem pensem mais no passado. 19É que eu vou realizar algo de novo, que já está a aparecer. Será que não o notais? Vou abrir um caminho no deserto e rios na terra árida. 20Animais selvagens, chacais e avestruzes vão louvar-me porque fiz brotar água no deserto e rios em terra árida, para dar de beber ao povo que escolhi. 21E este povo que eu formei há-de narrar as minhas glórias.» 22«Ó povo de Jacob, não era a mim que invocavas, não era por mim que te esforçavas, Israel. 23Não era por mim que sacrificavas cordeiros, não era a mim que honravas com os teus sacrifícios. Também não exigi de ti ofertas, nem te fatiguei, pedindo-te incenso. 24Não era por mim que compravas a canela, nem me saciavas com a gordura dos teus sacrifícios. Tu é que fizeste de mim um escravo com os teus pecados, cansaste-me com os teus crimes. 25Da minha parte, eu esquecia as tuas revoltas, sem me lembrar mais dos teus pecados. 26Diz-me o que tens contra mim e discutamos conta-me tudo para ver se tens razão. 27Já o teu primeiro antepassado pecou e os teus chefes revoltaram-se contra mim. 28Por isso, profanei os responsáveis do templo, entreguei Jacob à destruição, e Israel aos insultos.»

will be added

X\