Isaías 16

1Enviem ao senhor do país um cordeiro como presente, desde Petra, no deserto, ao monte Sião. 2As mulheres de Moab, como aves espantadas, arremessadas dos seus ninhos, caminham pelos desfiladeiros do rio Arnon e pedem: 3«Dá-nos um conselho, toma uma decisão, em pleno meio-dia protege-nos com a tua sombra, como se fosse meia-noite; esconde os refugiados, não descubras os fugitivos. 4Dá asilo aos refugiados de Moab, oferece-lhes um esconderijo contra o devastador. Quando acabar a opressão, terminar a devastação e desaparecer o opressor do país, 5então, pela tua bondade, estabelecer-se-á um trono para o descendente de David. Sentar-se-á nele com lealdade e será um juiz preocupado com a rectidão, e sempre pronto a fazer o que é justo.» 6Nós ouvimos falar da soberba de Moab, uma soberba desmedida; da sua arrogância, do seu orgulho, dos seus excessos e da sua vaidade insensata. 7Mas os moabitas hão-de lamentar-se por Moab, todos lamentarão a sua desgraça. Hão-de suspirar desesperados pelos doces de uvas de Quir-Haresset. 8Os campos de trigo de Hesbon são devastados, as vinhas de Sibma esmagadas. Os senhores das nações calcam aos pés os seus rebentos. E elas estendiam-se até Jazer, espalhavam-se pelo deserto e os seus sarmentos estendiam-se para além do mar Morto. 9Por isso, eu choro com o povo de Jazer sobre as vinhas de Sibma. Espalharei torrentes de lágrimas sobre vós, Hesbon e Elalé. As canções de alegria desapareceram das tuas vindimas e ceifas. 10A alegria jubilosa desapareceu das vossas hortas e nas vossas vinhas já não se ouvem os gritos de contentamento. Já não se pisam as uvas nos lagares e acabaram as canções de alegria. 11Por isso, o meu coração se comove por Moab e, como se fora uma guitarra, o meu peito estremece por Quir-Haresset. 12Veremos Moab afadigar-se por subir ao lugar alto, por ir ao santuário orar, mas tudo será em vão. 13Isto é o que o SENHOR disse outrora contra Moab. 14Mas agora o SENHOR volta a dizer: «Daqui a três anos, sem um dia a mais, será humilhada a nobreza de Moab com todo o seu povo numeroso. Os que ficarem serão muito poucos e insignificantes.»

will be added

X\