Oséas 6

1O povo dirá: «Vamos regressar ao SENHOR. Pois, ele que nos feriu também nos há-de curar; ele que nos fez a ferida também nos fará o penso. 2Ao fim de dois dias já estaremos vivos, e ao terceiro dia ele nos levantará e viveremos na sua presença. 3Esforcemo-nos por conhecer melhor o SENHOR. A sua vinda é certa como o aparecimento da aurora. Virá até nós como a chuva no Inverno ou os chuviscos que, na Primavera, regam a terra. 4Mas que hei-de eu fazer por ti, Efraim? Que farei por ti, Judá? O vosso amor por mim é como a nuvem da manhã como o orvalho matinal que logo se evapora. 5Por isso, vos ataco com a mensagem dos profetas e vos desfaço com as palavras da minha boca. A minha sentença aparecerá como um relâmpago. 6É a bondade que eu quero, mais do que os sacrifícios; prefiro que me reconheçam como Deus em vez de me oferecerem holocaustos.» 7«Mas eles, como fazem os homens violaram a minha aliança; e assim me têm atraiçoado. 8Guilead é uma cidade de malfeitores, cheia de marcas de sangue. 9Como malfeitores em emboscada, assim é o bando de sacerdotes que assassina as pessoas no caminho de Siquém. Fazem coisas horrorosas! 10Na nação de Israel vi coisas horríveis, a prostituição de Efraim, a contaminação de Israel. 11Também para ti, Judá, a ceifa está preparada.» «Quando eu queria dar prosperidade ao meu povo,

will be added

X\