Hebreus 5

1Todo o sumo sacerdote é escolhido de entre os homens e nomeado para servir a Deus em favor deles. A sua missão é apresentar-lhe ofertas e sacrifícios pelos pecados. 2Como ele próprio tem muitas fraquezas, está em condições de ter paciência com os ignorantes e os transviados. 3Por isso ele deve oferecer sacrifícios, não só pelos pecados do povo mas também pelos seus próprios. 4Ninguém toma por si mesmo este honroso cargo de sumo sacerdote. O chamamento para isso tem de vir de Deus, precisamente como aconteceu com Aarão. 5Também não foi Cristo que tomou por si mesmo a honra de ser sumo sacerdote. Foi Deus que o chamou para isso, ao dizer-lhe: Tu és meu filho, desde hoje sou teu pai. 6E noutro lugar diz também: Serás sacerdote para sempre, à maneira de Melquisedec. 7Durante a sua vida na Terra, Jesus dirigiu a Deus, que o podia livrar da morte, pedidos e súplicas com voz forte e lágrimas. E Deus ouviu o seu pedido, por causa da sua submissão. 8Todavia, apesar de ser Filho de Deus, aprendeu a ser obediente por tudo o que sofreu. 9Foi assim que ele realmente se tornou fonte de salvação eterna para todos os que lhe obedecem. 10E Deus nomeou-o sumo sacerdote, à maneira de Melquisedec. 11A este respeito temos muito que vos dizer; mas é difícil explicar-vos, porque não o querem compreender. 12Já era tempo de serem mestres. Mas a verdade é que ainda precisam que alguém vos ensine outra vez as coisas fundamentais da palavra de Deus. Ainda precisam de se alimentar de leite, quando já deviam estar a comer alimentos mais fortes. 13E quem se alimenta de leite não passa de uma criancinha, sem saber distinguir o que está certo do que está errado. 14Os adultos, pelo contrário, alimentam-se de comidas fortes, visto que, por experiência, já chegaram ao ponto de saber distinguir o bem do mal.

will be added

X\