Hebreus 3

1Por isso, caros irmãos, companheiros na vocação celestial, ponham os olhos em Jesus, que reconhecemos ser o enviado de Deus e o nosso sumo sacerdote. 2Ele foi fiel a Deus que lhe deu esta autoridade, tal como o foi Moisés, servo fiel em tudo na casa de Deus. 3Ora, assim como o homem que constrói uma casa é mais importante do que a casa por ele construída, assim também Jesus tem mais importância do que Moisés. 4Uma casa tem de ser construída por alguém, mas Deus é o construtor de tudo quanto existe. 5Moisés foi um servo inteiramente fiel em tudo na casa de Deus, dando testemunho das coisas que, a seu tempo, Deus havia de dizer. 6Cristo, porém, é como um filho com responsabilidade na casa de Deus. E nós somos a sua casa, se mantivermos firmes a nossa coragem e confiança no que esperamos. 7Por isso, como diz o Espírito Santo na Sagrada Escritura: Se ouvirem hoje a voz de Deus, 8não se mostrem duros de coração, como os vossos antepassados fizeram no tempo da revolta, no deserto, quando desafiaram a Deus. 9Foi lá que os vossos antepassados me tentaram e me puseram à prova, embora tivessem visto o que eu fiz, 10durante quarenta anos. Por isso é que eu me indignei com eles e disse: «Os seus corações nunca se mantiveram leais. Não reconheceram os meus caminhos.» 11Fiquei tão indignado que jurei: «Esta gente não há-de entrar no lugar de descanso que eu preparei.» 12Irmãos, tenham cuidado para que nenhum de vós tenha um coração malvado e descrente que o leve a afastar-se do Deus vivo. 13Pelo contrário, animem-se uns aos outros continuamente, enquanto dura o dia de “hoje”. Procedam assim para evitar que alguém no vosso meio se deixe levar pela sedução do pecado. 14Na realidade, nós participamos em tudo com Cristo, se mantivermos firme até ao fim a confiança que tínhamos no princípio. 15A Sagrada Escritura diz: Se ouvirem hoje a voz de Deus, não se mostrem duros de coração, como fizeram no tempo da revolta. 16E quem foram esses que ouviram a voz de Deus e se revoltaram contra ele? Não foi todo aquele povo que Moisés tinha tirado do Egipto? 17E com quem é que Deus se irritou durante quarenta anos? Não foi com aqueles que pecaram e por isso morreram no deserto? 18E a quem se referia Deus, quando fez aquele juramento: «Esta gente não há-de entrar no lugar de descanso que eu preparei»? Referia-se, evidentemente, aos que foram infiéis. 19Vemos pois que foi a sua descrença que os impediu de entrar.

will be added

X\