Génesis 9

1Deus abençoou Noé e os seus filhos e disse-lhes: «Sejam férteis, cresçam e encham a terra. 2Todos os animais selvagens e as aves, tudo o que se move na terra e os peixes do mar hão-de tremer de medo diante de vós. Todos eles ficam sujeitos ao vosso poder. 3Podem comer de todos os animais vivos assim como das verduras e plantas que vos dei. Tudo isso fica à vossa disposição. 4Mas não devem comer a carne sem lhe tirar primeiro o sangue, que é a base da vida. 5Pois a todo aquele que vos tiver tirado a vida, seja animal, seja homem, eu pedirei contas do vosso sangue. Pedirei contas a qualquer um que tenha tirado a vida a um seu semelhante. 6Àquele que tira a vida a um homem, outro homem lhe tirará a vida, pois o ser humano foi criado como imagem de Deus. 7Quanto a vocês sejam férteis e cresçam, propaguem-se pela terra e dominem-na.» 8Deus disse a Noé e aos seus filhos: 9«Vou fazer um pacto de aliança convosco e com os vossos descendentes, 10que se estenderá a todos os seres vivos que estão convosco, aves, animais domésticos e selvagens, os que agora saíram da arca e todos os que existirem na terra. 11Hei-de manter sempre essa aliança convosco e mais nenhum ser vivo voltará a morrer pelas águas do dilúvio. Pois não haverá mais nenhum dilúvio a destruir a terra.» 12E Deus continuou: «Este será o sinal da aliança que eu vou estabelecer entre mim e vós e todos os seres vivos que estão convosco, para todo o sempre. 13Hei-de colocar o meu arco-íris nas nuvens e esse será o sinal de aliança entre mim e a terra. 14Quando eu fizer aparecer nuvens sobre a terra e aparecer o arco-íris nas nuvens, 15será para me lembrar da aliança que fiz convosco e com todos os seres vivos que existem. E assim não haverá mais nenhum dilúvio a destruir os seres vivos. 16Quando o sinal aparecer nas nuvens, eu hei-de olhar para ele e hei-de recordar-me desta aliança eterna, que existe entre mim e todos os seres vivos, com tudo o que vive na terra.» 17E Deus concluiu dizendo a Noé: «Este é o sinal da aliança que eu estabeleço com todos os seres vivos que existem na terra.» 18Os filhos de Noé que saíram da arca eram Sem, Cam e Jafet. Cam foi o pai de Canaã. 19Filhos de Noé são só estes três e todos os habitantes da terra são descendentes deles. 20Noé foi agricultor e o primeiro a cultivar a vinha. 21Certa ocasião bebeu vinho, ficou bêbedo e despiu-se completamente dentro da sua tenda. 22Cam, pai de Canaã, viu o pai nu e foi contar o caso aos seus dois irmãos que estavam fora da tenda. 23Mas Sem e Jafet pegaram numa peça de roupa e, levantando-a por sobre os ombros, aproximaram-se do pai, caminhando de costas viradas para ele. Assim cobriram o pai, estando sempre de costas para ele, para o não verem nu. 24Quando Noé acordou do sono provocado pelo vinho e soube o que lhe tinha feito o filho mais novo, 25disse: «Maldito seja Canaã. Ele será o último dos escravos dos seus irmãos!» 26E continuou: «Bendito seja o SENHOR, Deus de Sem; e que Canaã seja escravo de Sem. 27Que Deus faça crescer Jafet. Que ele habite junto dos descendentes de Sem e que Canaã lhes sirva de escravo!» 28Depois do dilúvio, Noé viveu ainda trezentos e cinquenta anos. 29Morreu com novecentos e cinquenta anos de idade.

will be added

X\