Esdras 8

1Aqui fica, com indicação das respectivas genealogias, a lista dos chefes de família que regressaram do cativeiro da Babilónia com Esdras, no reinado de Artaxerxes. 2Gerson, dos descendentes de Fineias; Daniel, dos descendentes de Itamar; Hatus, filho de Checanias, dos descendentes de David; 3Zacarias, dos descendentes de Parós, acompanhado de cento e cinquenta homens inscritos no registo de família; 4Elioenai, filho de Zeraías, dos descendentes de Paat-Moab, acompanhado de duzentos homens; 5Checanias, filho de Jaziel, dos descendentes de Zatu, acompanhado de trezentos homens; 6Ébed, filho de Jonatan, dos descendentes de Adin, acompanhado de cinquenta homens; 7Jesaías, filho de Atalias, dos descendentes de Elam, acompanhado de setenta homens; 8Zebadias, filho de Micael, dos descendentes de Chefatias, acompanhado de oitenta homens; 9Obadias, filho de Jeiel, dos descendentes de Joab, acompanhado de duzentos e dezoito homens; 10Chelomite, filho de Josefias, dos descendentes de Bani, acompanhado de cento e sessenta homens; 11Zacarias, filho de Bebai, dos descendentes de Bebai, acompanhado de vinte e oito homens; 12Joanan, filho de Catan, dos descendentes de Azegad, acompanhado de cento e dez homens; 13Elifelet, Jeiel e Chemaías, últimos descendentes de Adonicam, acompanhados de sessenta homens. 14Utai e Zabud, dos descendentes de Bigvai, acompanhados de setenta homens. 15Reuni-os a todos junto do rio que corre para Aava e acampámos lá três dias. Tendo então procurado entre o povo e os sacerdotes, não encontrei nenhum levita. 16Mandei por isso chamar Eliézer, Ariel, Chemaías, Elnatan, Jarib, Elnatan, Natan, Zacarias e Mechulam, que eram dirigentes e também os escribas Jarib e Elnatan. 17Mandei-os ir ter com Ido, chefe duma localidade chamada Cassífia, para lhe dizerem a ele e aos seus companheiros, os serventes do templo, que nos enviassem pessoas para prestarem serviço no templo de Deus. 18Graças à protecção do nosso Deus, eles mandaram-nos Cherebias, homem entendido, um israelita descendente da família de Mali, que era um dos ramos da tribo de Levi, vindo com ele seus filhos e irmãos, em número de dezoito. 19Mandaram igualmente Hassabias e Isaías que eram da família de Merari, com seus filhos e irmãos, em número de vinte pessoas. 20Além disso, dentre os serventes que David e os seus colaboradores tinham destinado ao serviço dos levitas, mandaram duzentos e vinte, indicando os nomes de todos eles. 21Ali, junto do rio Aava, dei ordens para todos nós jejuarmos e para nos humilharmos diante do nosso Deus e lhe pedirmos que nos protegesse na viagem, a nós, aos nossos filhos e a tudo o que nos pertencia. 22É que eu tinha-me envergonhado de pedir ao rei uma escolta de cavaleiros que nos defendessem contra os inimigos, durante a viagem. Isto, porque eu lhe tinha dito que Deus protege todos aqueles que o servem, mas castiga fortemente os que o abandonam. 23Por isso, nós jejuámos e orámos ao nosso Deus e ele ouviu-nos. 24Entre os chefes dos sacerdotes escolhi doze, com Cherebias, Hassabias e dez companheiros seus. 25Em seguida, pesei diante deles a prata, o ouro e os objectos oferecidos ao templo do nosso Deus pelo rei, pelos seus cortesãos e oficiais e pelos israelitas que estavam presentes. 26Entreguei-lhes cerca de vinte toneladas de prata, três toneladas de objectos preciosos em prata e três toneladas de ouro, 27vinte taças de ouro, no valor de mil peças e dois vasos de bronze polido e brilhante tão valioso como se fossem de ouro. 28Depois disse-lhes: «Vocês estão consagrados ao SENHOR. Igualmente consagrados estão estes objectos de prata e ouro que espontaneamente foram oferecidos ao SENHOR Deus de vossos pais. 29Guardem-nos com cuidado até os pesarem diante dos chefes dos sacerdotes e dos levitas e diante dos chefes de família de Israel, em Jerusalém, nas salas do tesouro do templo do SENHOR.» 30Os sacerdotes e os levitas receberam então a prata, o ouro e os utensílios, depois de terem sido pesados para os levarem para Jerusalém e entregarem no templo do nosso Deus. 31Partimos do rio Aava para nos dirigirmos a Jerusalém, no dia doze do primeiro mês. O nosso Deus ajudou-nos e protegeu-nos dos ataques e emboscadas do inimigo durante a viagem. 32Depois de termos chegado a Jerusalém, descansámos durante três dias. 33No quarto dia, pesou-se no templo de Deus a prata, o ouro e os diversos objectos e entregou-se tudo ao sacerdote Meremot, filho de Urias. Estavam com ele Eleazar, filho de Fineias, e os levitas Jozabad, filho de Josué, e Noadias, filho de Binui. 34Foi tudo contado e pesado e, finalmente, tudo foi registado por escrito. 35Os que tinham regressado do cativeiro ofereceram então, em nome de todo o povo, holocaustos ao Deus de Israel: doze vitelos por todo o povo de Israel, noventa e seis carneiros, setenta e sete cordeiros e doze bodes para oferta pelos pecados. Todos estes animais foram queimados em holocausto ao SENHOR. 36Depois transmitiram as ordens do rei às autoridades e aos governadores da província a oeste do rio Eufrates que, de facto, foram favoráveis ao povo e ao templo de Deus.

will be added

X\