Ezequiel 9

1Então ouvi Deus dar esta ordem em voz alta: «Venham cá os que vão castigar a cidade! Que cada um traga na mão as suas armas de destruição!» 2Logo saíram seis homens da porta norte do templo, cada um com a sua arma de destruição. Com eles encontrava-se um homem vestido de linho, que levava à cintura a tábua de escriba. Então vieram todos e puseram-se em volta do altar de bronze. 3Apareceu em seguida o esplendor da presença gloriosa do Deus de Israel, esplendor que saiu de cima dos querubins que ali se encontravam e se moveu para a entrada do templo. O SENHOR dirigiu-se ao homem vestido de linho que levava à cintura a tábua de escriba e disse: 4«Percorre a cidade de Jerusalém e põe um sinal na testa de cada pessoa que lamente e desaprove as coisas abomináveis que se fazem nesta cidade.» 5Depois ouvi-o dizer aos outros homens: «Sigam-no por toda a cidade e matem os seus habitantes. Não poupem nem tenham compaixão de ninguém. 6Matem velhos e jovens, de ambos os sexos, mães e crianças. Mas não molestem nenhum dos que têm o sinal na testa. Comecem já por aqui, pelo meu templo.» E eles começaram pelos anciãos que se encontravam diante do templo. 7Deus disse-lhes: «Podem tornar impuro o templo, enchendo os átrios de cadáveres. Mãos à obra!» E eles começaram a matar os habitantes da cidade. 8Enquanto a matança prosseguia, fiquei ali sozinho; deitei-me com o rosto por terra e gritei: «SENHOR, meu Deus! Estás tão irado contra Jerusalém para matares aqueles que ainda restam em Israel?» 9E Deus respondeu-me: «O povo de Israel e de Judá é culpado de pecados enormes! Cometeram assassinatos por todo o país e encheram Jerusalém com os seus crimes. Dizem que eu, o SENHOR, abandonei este país e já não olho para eles. 10Sim! Não me compadecerei deles, nem terei misericórdia! Vou fazê-los pagar pelo que fizeram!» 11Então o homem que estava vestido de linho e tinha à cintura a tábua de escriba voltou e disse ao SENHOR: «As ordens que me deste foram cumpridas!»

will be added

X\