Ezequiel 37

1O poder do SENHOR apoderou-se de mim e o seu espírito arrebatou-me e levou-me a um vale coberto de ossos. 2Levou-me à volta do vale, de maneira que pude ver que havia muitos ossos e que estavam muito secos. 3Então o SENHOR perguntou-me: «Homem, podem estes ossos voltar à vida?» Eu respondi: «SENHOR Deus, só tu sabes responder a essa pergunta!» 4Ele acrescentou: «Fala aos ossos em meu nome e diz-lhes o seguinte: “Ossos secos escutem a palavra do SENHOR! 5Eu, o SENHOR Deus, vos declaro que vou reanimar-vos e dar-vos vida outra vez. 6Vou dar-vos nervos e músculos e cobrir-vos de pele. Vou reanimar-vos e dar-vos vida outra vez. Então ficareis a saber que eu sou o SENHOR.”» 7Então transmiti-lhes a mensagem tal como a recebi. Enquanto falava, ouvi um grande barulho e os ossos começaram a juntar-se, cada um ao osso que lhe correspondia. 8Enquanto observava a cena, os ossos cobriram-se de nervos e músculos e depois de pele. Mas não tinham vida. 9Então o SENHOR disse-me: «Homem transmite a minha mensagem ao sopro da vida e diz-lhe que o SENHOR Deus lhe ordenou que venha de todas as direcções e que entre nesses corpos mortos e os faça voltar à vida.» 10Assim transmiti a mensagem que me foi dada. O sopro da vida entrou naqueles corpos, que voltaram à vida e se levantaram. Eram em número suficiente para formar um exército enorme. 11Então o SENHOR dirigiu-me a palavra e disse: «Homens, esses ossos representam o povo de Israel. Eles dizem que os seus ossos estão secos, sem esperança e que nada se pode fazer por eles. 12Diz ao meu povo de Israel que eu, o SENHOR Deus, vou abrir as suas sepulturas e fazê-los sair delas para poderem regressar à terra de Israel. 13Quando eu abrir as sepulturas onde o meu povo se encontra encerrado e os fizer sair, ficarão a saber que eu sou o SENHOR. 14Porei neles o meu sopro de vida e vou fazer com que tenham vida novamente, para que possam habitar no seu país. Então saberão que eu sou o SENHOR e que tudo o que prometi fazer hei-de realizar. Palavra do SENHOR!» 15O SENHOR dirigiu-me novamente a palavra e disse-me: 16«Homem, pega num pau de madeira e escreve nele Reino de Judá; pega em seguida noutro pau e escreve nele Reino de Israel. 17Segura os dois paus um contra o outro, de maneira que pareçam um só. 18Quando o teu povo te perguntar o que isso quer dizer, 19anuncia-lhes que eu, o SENHOR Deus, vou pegar no pau que representa Israel e juntá-lo ao que representa Judá. Dos dois farei um só pau, que segurarei na minha mão. 20Segura os dois paus na tua mão, de modo que o povo os veja. 21Diz-lhes em seguida que eu, o SENHOR Deus, vou tirar o meu povo das nações para onde foram; vou reuni-los e trazê-los de volta para o seu país. 22Farei deles uma nação na sua terra, nas montanhas de Israel; serão governados por um só rei e nunca mais serão divididos em duas nações, nem em dois reinos. 23Não se contaminarão com ídolos ou práticas degradantes nem se sujarão com pecado. Vou libertá-los dos caminhos por onde se transviaram e me traíram. Farei com que fiquem ritualmente puros. Eles serão então o meu povo e eu serei o seu Deus. 24Um rei semelhante ao meu servo David será o seu rei, como único pastor de todos eles; e eles hão-de obedecer às minhas leis com fidelidade. 25Habitarão na terra que dei ao meu servo Jacob, a terra onde viveram os seus antepassados. Ali viverão para sempre, com os seus filhos e os seus descendentes. Um rei semelhante ao meu servo David reinará sobre eles para sempre. 26Farei com eles uma aliança que lhes garantirá paz e segurança para sempre; farei crescer a sua população e colocarei o meu templo no seu país para sempre. 27Ali farei a minha morada e serei o seu Deus e eles serão o meu povo. 28Quando eu ali colocar o meu templo para ficar no meio deles para sempre, então as nações ficarão a saber que eu sou o SENHOR, que faço de Israel um povo santo.»

will be added

X\