Ezequiel 34

1O SENHOR dirigiu-me a palavra e disse-me: 2«Ezequiel, denuncia os chefes da nação de Israel, apresenta-lhes a minha mensagem e faz-lhes saber que eu, o SENHOR Deus, tenho para lhes comunicar o seguinte: “Vocês estão condenados, ó pastores de Israel. Sabem cuidar bem dos vossos interesses. Mas os pastores devem cuidar das suas ovelhas. 3Vocês bebem o leite, usam roupas de lã e matam as melhores ovelhas para comer, mas não cuidam das ovelhas. 4Não protegeram as mais fracas, nem trataram das doentes; não ligaram as que estavam feridas; não trouxeram de volta as que se encontravam extraviadas; não procuraram as que se encontravam perdidas. Em vez disso, trataram-nas com dureza e crueldade. 5Como as ovelhas não tinham pastor, perderam-se; e os animais selvagens mataram-nas e comeram-nas. 6Por isso, as minhas ovelhas andam perdidas pelos montes. Espalharam-se pela terra inteira e ninguém quis saber delas, nem foi à sua procura. 7Por isso, oiçam agora, ó pastores, o que eu, o SENHOR, vos declaro! 8Tão certo como eu vivo, eu, o SENHOR Deus, vos garanto que só têm a ganhar se me derem ouvidos. As minhas ovelhas foram atacadas por animais selvagens que as mataram e comeram, porque não havia pastor. Os meus pastores não fizeram nenhum esforço para as encontrar. Só cuidavam de si próprios, e não das ovelhas. 9Por isso, dêem-me atenção, ó pastores! 10Eu, o SENHOR Deus, declaro que vou voltar-me contra vós. Vou tirar-vos as minhas ovelhas, e nunca mais permitirei que sejam os seus pastores; nunca mais vos deixarei andar a cuidar apenas dos vossos interesses. Arrancarei as minhas ovelhas da vossa boca, para não continuarem a ser devoradas por vocês. 11Eis o que tenho para vos declarar, eu, o SENHOR Deus: a partir de agora, eu próprio cuidarei das minhas ovelhas. 12Da mesma maneira que um pastor segue o rasto do seu rebanho, que se extraviou, também eu seguirei o rasto das minhas ovelhas. Hei-de libertá-las de todos os lugares por onde se espalharam, naquele dia negro e terrível. 13Vou tirá-las dos países estrangeiros, juntá-las e trazê-las para a sua terra. Conduzi-las-ei de volta aos montes e vales de Israel e apascentá-las-ei em verdes pastagens. 14Deixarei que pastem em segurança, nos prados, nos montes e nos vales, bem como nas pastagens verdes da terra de Israel. 15Eu próprio serei o pastor do meu rebanho, e encontrarei para ele um lugar tranquilo. Palavra do SENHOR! 16Irei em busca das que se perderam e vou trazer de volta as que se extraviaram; ligarei as que estão feridas e tratarei das doentes. Quanto às que estão gordas e fortes, a essas destruirei, porque eu sou um pastor que as trata com justiça. 17Por isso, eis o que eu, o SENHOR Deus vos declaro, ó meu rebanho! Vou julgar a cada um de vós e separar os bons dos maus, as ovelhas das cabras. 18Alguns dentre vós não se contentam em comer nas melhores pastagens, mas ainda espezinham o que não comem! Bebem da água limpa e deixam suja a que não bebem. 19As minhas outras ovelhas têm de comer a erva que vocês pisaram e beber a água que sujaram. 20Por isso, eu, o SENHOR Deus, vos declaro, que vou fazer distinção entre vocês, as ovelhas fortes e as fracas. 21Empurram para o lado as doentes e às cabeçadas escorraçam-nas para fora do rebanho. 22Porém eu virei em socorro das minhas ovelhas; não permitirei que continuem a ser maltratadas e restabelecerei a justiça entre elas. 23Vou dar-lhes um rei como único pastor, semelhante ao meu servo David; e ele cuidará delas. 24Eu, o SENHOR, serei o seu Deus, e um rei semelhante ao meu servo David será o seu chefe. Palavra do SENHOR! 25Farei uma aliança com as minhas ovelhas, que garanta a sua paz e segurança. Libertarei o país dos animais ferozes, para que as minhas ovelhas vivam em segurança nos campos e possam dormir nos bosques. 26Deixarei que vivam à volta do meu monte santo e vou abençoá-las, mandando-lhes a chuva abundante, sempre que dela tenham falta. 27As árvores darão muito fruto, os campos produzirão com abundância, e cada qual viverá em segurança na sua própria terra. Quando eu despedaçar as correntes que prendem o meu povo e os libertar dos que os fizeram escravos, ficarão a saber que eu sou o SENHOR. 28As nações pagãs nunca mais as assaltarão e os animais selvagens não mais as matarão nem comerão. Viverão em segurança e ninguém as há-de incomodar. 29Hei-de dar-lhes campos férteis e porei fim à fome existente no país. As outras nações não as voltarão a humilhar. 30Todos ficarão a saber que eu sou o SENHOR que cuida de Israel e que Israel é o meu povo. Palavra do SENHOR! 31Vocês são as ovelhas do meu rebanho, aqueles a quem eu guardo, e eu sou o vosso Deus. Palavra do SENHOR!”»

will be added

X\