Ezequiel 30

1O SENHOR dirigiu-me de novo a palavra e disse-me: 2«Homem, anuncia a mensagem que eu, o SENHOR Deus, tenho para comunicar. Vem aí um dia terrível. 3Aproxima-se o dia em que o SENHOR vai intervir, um dia sombrio, de castigo para todas as nações. 4Haverá guerra no Egipto e grande convulsão na Etiópia; muita gente morrerá no Egipto; o país será posto a saque e deixado completamente em ruínas. 5Essa guerra matará igualmente os mercenários da Etiópia, Put, Lud, Líbia, Arábia, e até do meu povo. 6De Migdol, ao norte, até Assuão, ao sul, os defensores do Egipto morrerão na guerra. O poderoso exército do Egipto será destroçado. Palavra do SENHOR! 7O seu país será o mais deserto do mundo, e as suas cidades serão deixadas em completa ruína. 8Quando eu puser fogo ao Egipto e morrerem aqueles que o apoiam, ficareis a saber que eu sou o SENHOR. 9Quando esse dia vier e o Egipto for destruído, enviarei emissários em barcos, para meterem medo ao tranquilo povo da Etiópia. Esse dia está para breve! 10Garanto-vos que vou fazer com que o rei Nabucodonosor da Babilónia ponha fim à riqueza do Egipto. 11Juntamente com o seu exército poderoso, virá para devastar a terra. Atacarão o Egipto com as suas espadas e o país ficará cheio de cadáveres. 12Secarei o Nilo e porei o Egipto sob o domínio de um povo cruel. O país será devastado por estrangeiros. Sou eu, o SENHOR, quem o afirma! 13Eis que vou destruir os ídolos e falsos deuses de Mênfis. Não ficará ninguém para governar o Egipto e deixarei o seu povo em pânico. 14Farei com que a região de Patros, no sul, fique num deserto e porei fogo à cidade de Soan, no norte. Castigarei Tebas, a sua capital. 15A cidade de Sin, a grande fortaleza do Egipto, sentirá o peso da minha indignação. Destruirei as riquezas de Tebas. 16Porei fogo ao Egipto e Sin ficará em convulsão. Os muros de Tebas serão deitados abaixo, e a cidade sentirá os efeitos da invasão. 17Os jovens das cidades de Heliópolis e Pi-Besset morrerão na guerra e os restantes habitantes serão levados prisioneiros. 18Táfnis será envolta em escuridão, quando eu enfraquecer o poderio do Egipto e puser fim à sua força, da qual tanto se orgulha. Uma nuvem cobrirá o Egipto, e os habitantes das suas cidades serão levados para o exílio. 19Quando eu castigar o Egipto, então todos ficarão a saber que eu sou o SENHOR.» 20No décimo primeiro ano do nosso exílio, no sétimo dia do primeiro mês, o SENHOR dirigiu-me a palavra e disse-me: 21«Homem, eu quebrei o braço ao rei do Egipto; ninguém o ligou nem engessou, para que se restabelecesse e pudesse empunhar novamente a espada. 22Agora pois, eis o que eu, o SENHOR Deus, tenho para declarar. Eu estou contra o rei do Egipto e vou quebrar-lhe ambos os braços, aquele que ainda está bom, e o que já está partido; e a espada há-de cair-lhe da mão. 23Vou espalhar e dispersar os egípcios por todo o mundo. 24Fortalecerei então os braços do rei da Babilónia e porei a minha espada nas suas mãos e quebrarei os braços ao rei do Egipto, o qual, gemendo, vai morrer diante do inimigo. 25Sim, vou enfraquecer o rei do Egipto e fortalecer o rei da Babilónia. E quando eu entregar a este último a minha espada e ele a empunhar contra o Egipto, toda a gente ficará a saber que eu sou o SENHOR. 26Espalharei e dispersarei os egípcios por todo o mundo e todos ficarão então a saber que eu sou o SENHOR.»

will be added

X\