Ezequiel 19

1O SENHOR disse-me: «Entoa um cântico, para lamentar os príncipes de Israel. 2“Que bela leoa era a tua mãe! Ela alimentava os seus filhotes, deitada entre os leões! 3Educou um dos leõezinhos e ensinou-o a caçar; ele tornou-se um leão devorador de homens. 4As nações ouviram falar dele, e atraíram-no a uma armadilha. Amarraram-no e arrastaram-no para o Egipto. 5A mãe aguardou até perder as esperanças; em seguida criou outro dos seus filhotes, que por sua vez se fez um forte leão. 6Quando atingiu a idade adulta, e se misturou com os outros leões, também ele aprendeu a caçar e a devorar homens. 7Invadiu as suas fortalezas e devastou as suas cidades; os habitantes do país ficavam aterrorizados sempre que ele rugia. 8As nações uniram-se contra ele; vieram de toda a parte. Puseram-lhe laços e armadilhas e ele foi apanhado. 9Meteram-no numa gaiola e levaram-no preso ao rei da Babilónia. Puseram-no na cadeia, para que nunca mais fosse rugir nos montes de Israel. 10A tua mãe era como uma videira, plantada à beira de um regato. Em virtude de ali haver muita água, a vinha cobriu-se de folhas e de fruto. 11Os seus ramos tornaram-se fortes como ceptros reais. A videira cresceu tanto que chegou até às nuvens; toda a gente podia ver como era alta, e como estava cheia de folhas. 12Mas foi arrancada violentamente, e atirada ao chão. O vento leste secou-lhe o fruto; os seus fortes ramos ficaram secos, como se o fogo os tivesse devorado. 13Agora está plantada num deserto, em terra árida e sem água. 14A cepa da videira pegou fogo, que lhe queimou os ramos e os frutos. Os ramos nunca mais serão fortes, nem poderão tornar-se ceptros reais.” Isto é uma lamentação e como tal será entoada.»

will be added

X\