Ezequiel 13

1O SENHOR disse-me: 2«Homem, denuncia os profetas de Israel que inventam o que dizem. Avisa-os que prestem atenção à palavra do SENHOR.» 3Eis que o SENHOR Deus diz: «Estes profetas insensatos estão condenados ao fracasso! Proclamam mensagens inventadas e fabricam as suas próprias visões. 4Ó povo de Israel, os teus profetas são tão inúteis como as raposas que vivem nas ruínas de uma cidade. 5Não guardam os locais onde o muro ruiu, nem reconstroem as muralhas e por isso Israel não se poderá defender quando a guerra vier, no dia do castigo do SENHOR. 6As suas visões são falsas e as suas profecias são mentira. Pretendem transmitir a mensagem do SENHOR, mas eu não os enviei. Contudo, pensam que as suas palavras se cumprirão!» 7Eis o que lhes digo: «Essas visões, que vocês têm, são falsas e as profecias que fazem são mentira. Dizem que são palavras minhas, mas eu não as pronunciei! 8Por isso, eu, o SENHOR Deus, vos aviso! As vossas palavras são falsas, e as vossas visões são mentira. Eu aqui estou contra vós!» 9Estou prestes a castigar os profetas de falsas visões e de mensagens enganosas. Eles não estarão presentes quando o meu povo se reunir para tomar decisões; os seus nomes não serão mencionados na lista dos cidadãos de Israel; nunca mais voltarão à sua terra. Então ficarão a saber que eu sou o SENHOR Deus. 10Os profetas conduziram o meu povo por maus caminhos, dizendo-lhe que tudo vai bem quando nada vai bem. O meu povo fez um muro de pedras soltas e os profetas contentam-se em o cobrir com cal. 11Diz àqueles falsos construtores que o seu muro vai desmoronar-se. Vou fazer cair uma grande chuvada, com granizo e vento ciclónico. 12O muro vai desmoronar-se, e todos perguntarão para que serviu a cal. 13É isto que eu vos declaro, eu o SENHOR Deus: «Na minha ira enviarei um vento forte, uma grande chuvada e granizo, para deitar abaixo esse muro. 14Farei cair o muro que cobriram de cal, para que se desmorone e deixe à mostra os seus alicerces. Quando cair, vai matar-vos a todos. Então ficareis a saber que eu sou o SENHOR. 15O muro e os que lhe puseram a cal ficarão a conhecer os resultados da minha ira. Vereis então que o muro desapareceu assim como os que lhe deitaram a cal. 16E garantiram os profetas por profecias e visões que tudo iria correr bem para Jerusalém, quando isso não era verdade! Palavra do SENHOR!» 17Disse o SENHOR: «E agora, Ezequiel, volta-te contra as mulheres do teu povo, que pretendem ser profetisas. Denuncia-as 18e mostra-lhes o que o SENHOR Deus tem para lhes dizer: “Vós, mulheres, estais condenadas! Coseis amuletos para toda a gente usar no braço e fazeis lenços mágicos para as pessoas usarem na cabeça, para assim terem influência na vida dos outros. Pretendeis possuir o poder da vida e da morte sobre o meu povo e usá-lo para vosso proveito. 19Desonrais-me diante do povo, a fim de receberdes um pouco de cevada e de pão. Considerais dignos de morte aqueles que não merecem morrer e deixais viver os que deviam morrer. Assim enganais o meu povo, que acredita nas vossas mentiras. 20Mas eu, o SENHOR, vosso Deus, tenho a declarar-vos que vou intervir contra os laços com que procurais apanhar as pessoas. Vou arrancar e rasgar os laços que tendes na mão e darei a liberdade ao povo que dominais. 21Arrancarei os vossos lenços e farei com que o meu povo se liberte da vossa influência, de uma vez para sempre. Então ficareis a saber que eu sou o SENHOR. 22Com as vossas mentiras, fazem desanimar a gente boa, a quem eu não queria fazer mal. E, pelo contrário, impedem os maus de se arrependerem do mal e de salvar as suas vidas. 23Mas as vossas visões falsas e as vossas profecias enganosas terminaram. Vou libertar o meu povo do vosso domínio e ficareis a saber que eu sou o SENHOR.”»

will be added

X\