Ezequiel 10

1Olhei para aquele firmamento que estava sobre a cabeça dos querubins. Por cima deles havia algo semelhante a um trono feito de safira. 2Deus dirigiu-se ao homem que estava vestido de linho e disse: «Vai por entre as rodas debaixo dos querubins, pega num punhado de brasas; e espalha-as pela cidade.» E vi-o ir apanhar as brasas. 3Quando ele entrou, os querubins estavam de pé, a sul do templo, e uma nuvem encheu o átrio interior. 4A presença gloriosa do SENHOR elevou-se por sobre os querubins e dirigiu-se para a entrada do templo. Então o templo e o átrio ficaram iluminados pelo esplendor da presença gloriosa do SENHOR. 5Podia ouvir-se o ruído feito pelas asas dos querubins no átrio exterior. Esse ruído era semelhante à voz do Deus supremo. 6Quando o SENHOR ordenou ao homem vestido de linho que tirasse fogo do interior das rodas que estavam debaixo dos querubins, o homem foi colocar-se de pé ao lado de uma das rodas. 7Um dos querubins pôs a mão no fogo que estava entre eles, apanhou algumas brasas e colocou-as nas mãos do homem vestido de linho. Este pegou nas brasas e saiu. 8Vi que cada querubim tinha uma espécie de braço humano debaixo de cada asa. 9Vi também que havia quatro rodas, cada uma ao lado de um dos querubins. As rodas brilhavam como se fossem pedras preciosas. 10Tinham todas a mesma forma, como se uma roda encaixasse na outra. 11Quando os querubins avançavam, podiam fazê-lo em qualquer direcção, sem terem de se virar. Iam todos juntos na direcção que queriam, sem se virarem. 12Os seus corpos, costas, mãos, asas e rodas estavam cheios de olhos. 13E ouvi chamar “Turbilhão” àquelas rodas. 14Cada querubim tinha quatro rostos. O primeiro era semelhante ao do boi, o segundo era um rosto humano, o terceiro, o rosto do leão, e o quarto era semelhante ao da águia. 15Eram os mesmos que vira à margem do canal Quebar. Quando eles se erguiam no ar 16e se moviam, as rodas iam com eles. 17Quando abriam as asas para voar, as rodas acompanhavam-nos. Quando paravam, as rodas paravam; e quando voavam, as rodas iam com eles, pois eram dirigidas pela vontade daqueles seres vivos. 18Então a presença gloriosa do SENHOR deixou a entrada do templo e foi colocar-se por cima dos querubins. 19Vi então os querubins abrirem as asas e voarem, levando consigo as rodas. Detiveram-se junto à porta oriental do templo, e a presença gloriosa de Deus brilhava sobre eles. 20Verifiquei que se tratava dos mesmos seres vivos que tinha visto junto ao Deus de Israel, na margem do canal Quebar. Os seres vivos e os querubins eram a mesma coisa. 21Cada um tinha quatro rostos, quatro asas e uma espécie de braço humano debaixo de cada asa. 22Os seus rostos eram semelhantes aos que eu tinha visto junto ao canal Quebar. Cada um deles se movia a direito, sempre para a frente.

will be added

X\