Efésios 4

1Peço-vos, portanto, eu que estou preso por causa do amor do Senhor, que vivam de maneira digna da chamada que receberam. 2Sejam modestos, humildes e pacientes manifestando assim que se amam uns aos outros. 3Esforcem-se por conservar a unidade que vem do Espírito, vivendo em paz uns com os outros. 4Há um só corpo e um só Espírito, do mesmo modo que a esperança para a qual foram chamados é uma só. 5Existe um único Senhor, uma só fé e um só baptismo. 6Há um só Deus, Pai de todos, que está acima de todos e que actua através de todos e em todos. 7A cada um de nós foi dada a graça de Deus, conforme a medida do dom de Cristo. 8Por isso diz a Sagrada Escritura: Ao subir ao céu, levou consigo os que estavam prisioneiros e distribuiu dons aos homens. 9Ora o que quer dizer subiu, senão que antes tinha descido ao mais profundo da Terra? 10Esse mesmo que desceu é o que subiu também ao mais alto dos Céus, para encher o Universo com a sua presença. 11Foi ele que constituiu uns como apóstolos, outros como profetas, outros como evangelistas, outros como pastores e mestres, 12com o fim de preparar os santos para o serviço da comunidade, para a edificação do corpo de Cristo, 13até que todos cheguemos à unidade da fé e ao pleno conhecimento do Filho de Deus, ao homem adulto, à medida completa da estatura de Cristo. 14Assim já não nos comportaremos como crianças que andam ao sabor do vento e das ondas. Não nos deixaremos enganar por artimanhas inventadas pela esperteza daqueles que se armam em mestres. 15Mas proclamando a verdade com amor, cresceremos em todos os sentidos para Cristo, que é a cabeça. 16É nele que todo o corpo se mantém firmemente unido pelas articulações que o sustentam e de cada uma delas recebe força para ir crescendo em harmonia. 17Digo-vos, portanto, em nome do Senhor: não se comportem como os pagãos, que vão correndo atrás dos seus pensamentos inúteis. 18O seu entendimento está completamente às escuras e, por causa da ignorância que os domina e do endurecimento do seu coração, andam longe da vida que Deus lhes oferece. 19Perderam completamente o sentido da dignidade, entregando-se à libertinagem e à prática desenfreada de toda a imoralidade. 20Mas a vossa aprendizagem sobre Cristo não foi assim. 21Com certeza que ouviram falar dele e foram instruídos acerca da verdade da mensagem de Jesus. 22Isto é, devem abandonar os velhos costumes e maneiras antigas de viver, corrompidos por desejos enganadores, 23e devem renovar a vossa mentalidade, seguindo os critérios do Espírito. 24Vivam, portanto, uma vida nova, uma vida digna da nova Humanidade criada à imagem de Deus, baseada na justiça e na santidade que vem da verdade. 25Por isso, deixem-se de mentiras! Cada um diga a verdade ao seu semelhante, porque todos fazemos parte do mesmo corpo. 26Se porventura se irritarem contra alguém, não lhe façam mal. Não devem deixar que o Sol se ponha sem terem dominado a vossa irritação. 27Não se deixem apanhar pelo Diabo. 28Aquele que roubava, deixe de roubar! Antes, trabalhe honestamente com as suas próprias mãos, para ter com que socorrer até mesmo aqueles que não têm o suficiente. 29Que nenhuma palavra imprópria saia da vossa boca. Pelo contrário, que as vossas palavras sejam úteis e edificantes, para fazerem bem àqueles que vos ouvem. 30Não entristeçam o Espírito Santo de Deus. Ele é o sinal com que Deus vos marcou para o dia da libertação. 31Qualquer espécie de ressentimento, ira, irritação, indignação ou injúria deve desaparecer do vosso meio, bem como toda a espécie de maldade. 32Sejam delicados e prestáveis e perdoem-se uns aos outros, como Deus vos perdoou em Cristo.

will be added

X\