Efésios 3

1É por isso que eu, Paulo, estou preso, por amor de Cristo Jesus, para benefício daqueles que como vós não são judeus. 2Com certeza, já ouviram falar da missão que Deus, com a sua graça, me confiou para vosso bem. 3Ele deu-me a conhecer o seu plano misterioso. Já antes tratei deste assunto rapidamente. 4E se voltarem a ler o que então escrevi, podem dar-se conta daquilo que eu penso desse plano misterioso que se realiza em Cristo. 5No passado, ninguém tinha conhecimento desse plano, mas agora foi revelado aos santos apóstolos e profetas, por meio do Espírito Santo. 6O plano consiste em que pelo evangelho de Jesus Cristo e em união com ele, os não-judeus têm parte na mesma herança, são membros do mesmo corpo e participam da mesma promessa. 7É deste evangelho que eu sou porta-voz, por um privilégio especial que Deus, pelo seu poder e iniciativa, me concedeu. 8Eu sou o mais insignificante de todos os santos, mas foi-me concedida a graça de anunciar aos não-judeus a boa nova das infinitas riquezas de Cristo. 9Devo dar a conhecer a todos o plano misterioso que Deus, criador de todas as coisas, tinha preparado desde o princípio, sem o manifestar. 10Mas agora até os poderes e as autoridades do céu devem ficar a conhecer, por meio da igreja, a imensidão da sabedoria de Deus. 11Este é o plano que Deus traçou desde o princípio e que realizou por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor. 12É pela fé em Cristo, e em união com ele, que nós sentimos a liberdade de nos apresentarmos diante de Deus, cheios de confiança. 13Por isso vos peço que não se preocupem com os sofrimentos que tenho de passar por vossa causa. Isso deve ser para vós motivo de honra. 14Por este motivo, eu me ajoelho em oração diante de Deus Pai, 15do qual toda a paternidade, tanto no Céu como na Terra, recebe o nome. 16Que ele vos conceda, com a riqueza da sua glória, a força de se manterem interiormente firmes e seguros, pelo Espírito. 17Também peço a Deus que Cristo habite pela fé nos vossos corações e que estejam bem arraigados e alicerçados no amor, 18para poderem compreender, com todos os crentes, a grandeza, a largueza, a imensidão e a profundidade do amor de Cristo. 19Que sejam capazes de conhecer o amor de Cristo, ainda que ele ultrapasse qualquer possibilidade de conhecimento, para que Deus vos encha com toda a sua plenitude. 20Dêmos louvores a Deus, o qual, pela força que nos concede, tem poder para realizar muito mais do que aquilo que nós pedimos ou somos capazes de imaginar. 21Dêmos-lhe glória por meio da igreja e de Jesus Cristo, agora e para todo o sempre. Ámen.

will be added

X\