Deuteronómio 31

1Moisés continuava ainda a falar a todo o povo de Israel, 2nestes termos: «Eu já estou com a idade de cento e vinte anos e já não me posso mover com facilidade. Além disso, o SENHOR disse-me que eu não atravessaria o rio Jordão. 3O SENHOR, vosso Deus, é que irá convosco e fará desaparecer da vossa frente aqueles povos, para que possam tomar posse da terra, que era deles. Josué será o vosso guia, tal como o SENHOR declarou. 4O SENHOR fará com esses povos o mesmo que fez com Seon e Og, reis dos amorreus, que ele destruiu com os seus países. 5O SENHOR vai entregá-los ao vosso poder; não deixem de tratá-los conforme as instruções que vos transmiti. 6Sejam fortes e corajosos e não tenham medo nem se atemorizem diante deles, porque o SENHOR, vosso Deus, vai convosco e não vos deixará nem vos abandonará.» 7Moisés mandou chamar Josué e disse-lhe na presença de todo o povo de Israel: «Sê forte e corajoso, pois tu é que conduzirás este povo para a terra que o SENHOR prometeu dar aos vossos antepassados. Tu é que lhes vais entregar essa herança. 8O SENHOR vai à tua frente, estará contigo e não te deixará nem abandonará. Portanto, não tenhas medo nem receio, nem percas a coragem.» 9Moisés escreveu esta lei e entregou-a aos sacerdotes descendentes de Levi, que transportam a arca da aliança do SENHOR, e aos anciãos de Israel, 10com a seguinte ordem: «No fim de cada período de sete anos, isto é, no ano em que se devem perdoar as dívidas, durante a festa das Tendas, 11ao apresentar-se todo o povo de Israel na presença do SENHOR, vosso Deus, no lugar que ele tiver escolhido, devem ler publicamente esta lei diante de todos. 12Convoquem o povo, homens, mulheres e crianças, e até os estrangeiros que vivem convosco, para assistirem à leitura e aprenderem a respeitar o SENHOR, vosso Deus, pondo em prática todos os mandamentos desta lei. 13Ao ouvirem essa proclamação, os teus filhos que ainda não conheciam a lei, aprenderão a respeitar o SENHOR, vosso Deus, durante todo o tempo que tiverem possibilidade de viver naquela terra, de que vão agora tomar posse, atravessando o rio Jordão.» 14O SENHOR disse então a Moisés: «Já está próximo o dia da tua morte. Manda chamar Josué e apresentem-se os dois na tenda do encontro que tenho ordens para lhe dar.» E Moisés foi apresentar-se com Josué na tenda do encontro. 15O SENHOR apareceu-lhes então na tenda, sob a forma duma coluna de fumo, que parou à entrada da porta, 16e disse a Moisés: «Tu vais morrer, vais juntar-te aos teus antepassados. Este povo vai deixar-se corromper, seguindo deuses estranhos, os deuses daquela terra para onde se dirigem. Vai abandonar-me e renegar a aliança que fiz com ele. 17Nessa altura, vou ficar furioso contra eles e também os abandonarei. Deixarei de olhar por eles e assim serão destruídos. Mas ao passarem por tantos males e desgraças, hão-de pôr-se a reflectir: “Não será porque me falta a ajuda do meu Deus que eu tenho passado por todos estes males?” 18Mas eu hei-de me afastar ainda mais deles, por causa do pecado que eles cometeram ao voltarem-se para outros deuses. 19Tomem nota deste cântico e ensinem-no a todo o povo de Israel. Façam com que eles o cantem, pois servirá para mim de testemunha de acusação contra eles. 20Quando eu os fizer entrar na terra que prometi aos seus antepassados, que é uma terra onde corre leite e mel, eles hão-de comer e ficar satisfeitos e hão-de engordar. Mas depois hão-de voltar para outros deuses, para lhes prestarem culto, desprezando-me a mim e renegando a minha aliança. 21Quando lhes acontecerem tantos males e desgraças, então este cântico, que os seus descendentes nunca mais vão esquecer, há-de tornar-se como uma testemunha de acusação contra eles. Na verdade, eu conheço bem as suas intenções, mesmo antes de entrarem na terra que lhes prometi.» 22Moisés escreveu, naquele dia, o cântico e ensinou-o ao povo de Israel. 23O SENHOR disse então a Josué, filho de Nun: «Sê forte e corajoso, porque tu é que vais conduzir o povo de Israel para a terra que eu lhes prometi. Eu estarei contigo.» 24Depois de ter terminado de escrever todos os preceitos desta lei, Moisés 25deu a seguinte ordem aos levitas, encarregados de transportar a arca da aliança do SENHOR: 26«Tomem este exemplar do livro da Lei e coloquem-no ao lado da arca da aliança do SENHOR, vosso Deus, para servir de testemunha contra vós. 27Pois sei muito bem que são rebeldes e desobedientes. Se, mesmo durante a minha vida, já se têm revoltado contra o SENHOR, quanto mais depois de eu morrer! 28Mandem reunir aqui, junto de mim, os anciãos de cada uma das vossas tribos e os vossos chefes. Quero proclamar diante deles todas estas leis e colocar o céu e a terra como testemunhas contra eles. 29Pois sei muito bem que, depois da minha morte, se vão deixar corromper e desviar do caminho que vos tracei. Mas no futuro, hão-de sofrer desgraças, por se comportarem mal para com o SENHOR e o irritarem com o vosso comportamento.» 30Então Moisés recitou integralmente este cântico, diante de todo o povo de Israel reunido:

will be added

X\