Deuteronómio 26

1«Quando tiveres entrado na terra que o SENHOR, teu Deus, te vai dar em propriedade e tiveres tomado posse dela e nela viveres, 2deves levar um cesto dos primeiros frutos produzidos nessa terra ao lugar que o SENHOR, teu Deus, tiver escolhido para lá fazer o santuário. 3Vai ter com o sacerdote que estiver de serviço naquela altura e diz-lhe: “Apresento-me hoje diante do SENHOR, teu Deus, porque já entrei na terra que o SENHOR prometeu que nos havia de dar, por juramento feito aos nossos antepassados.” 4O sacerdote pega no cesto e coloca-o diante do altar do SENHOR, teu Deus. 5E então tu farás diante do SENHOR a seguinte declaração: “Os meus antepassados eram um pequeno grupo de arameus, que foram para o Egipto e lá ficaram a morar, sendo ainda muito poucos. Mas no Egipto, tornaram-se um grande povo, forte e numeroso. 6Porém os egípcios trataram-nos mal e oprimiram-nos, obrigando-nos a fazer trabalhos muito pesados. 7Nós pedimos ajuda ao SENHOR, Deus dos nossos antepassados, e ele ouviu o nosso pedido. Viu como estávamos a ser humilhados, escravizados e oprimidos, 8e fez-nos sair do Egipto, com mão forte e com imenso poder, realizando maravilhas e prodígios tão grandes que metiam medo. 9Fez-nos chegar até aqui e deu-nos esta terra, onde corre leite e mel. 10Agora, aqui estou para apresentar os primeiros frutos da terra que o SENHOR me deu.” Depois colocas o cesto com os frutos diante do SENHOR, teu Deus, e inclinas-te em adoração diante dele. 11Ali farás uma festa com os bens que o SENHOR te concedeu, a ti e à tua família, festa que será para ti e para os levitas e estrangeiros que viverem contigo.» 12«De três em três anos, ao ofereceres as décimas, calculas a décima parte de todos os teus produtos e oferece-la aos levitas, aos estrangeiros, aos órfãos e às viúvas, para que em todas as tuas cidades eles tenham que comer até ficarem satisfeitos. 13Dirás então, diante do SENHOR, teu Deus: “Já tirei de minha casa tudo o que eu devia oferecer ao SENHOR e já o ofereci aos levitas, aos estrangeiros, aos órfãos e às viúvas, conforme as ordens que tu me deste. Não transgredi as tuas ordens nem me esqueci delas. 14Não comi do que pertencia à décima quando estava de luto ou ritualmente impuro, nem dela fiz oferta aos mortos. Obedeci às ordens que o SENHOR, meu Deus, me deu e cumpri tudo o que ele me mandou. 15Volta, agora, para nós os teus olhos, desde a tua morada santa, nos céus, e, conforme o juramento que fizeste aos nossos antepassados, abençoa Israel, teu povo, e a terra que nos deste, terra onde corre leite e mel.”» 16«O SENHOR, teu Deus, manda-te, hoje, que cumpras estas leis e preceitos e que os ponhas em prática com todo o teu coração e com toda a tua alma. 17Hoje declaraste que o SENHOR seria o teu Deus e que seguirias os seus caminhos, cumprindo as suas leis, mandamentos e preceitos e obedecendo às suas ordens. 18E o SENHOR declarou hoje também que tu, povo de Israel, serias o seu povo particular, cumprindo os seus mandamentos, tal como ele tinha dito. 19Ele declara que há-de fazer de ti um povo superior a todos os outros povos que ele fez. Terás mais glória, fama e esplendor e serás um povo consagrado ao SENHOR, teu Deus, tal como ele próprio declarou.»

will be added

X\